RONDONIA RO
Conectado por

Rondônia, terça, 18 de maio de 2021.



G1

Morre José Bispo, ex-ferroviário da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré em Porto Velho


Compartilhe:

Publicado por

em


Ele será lembrado como defensor do complexo ferroviário e apaixonado pela História de Rondônia. Bispo morreu após ser infectado pela Covid-19 enquanto também lutava contra um câncer na garganta. José Bispo na ferrovia
Reprodução/ Rede Amazônica
José Bispo morreu aos 86 anos nesta sexta-feira (30). Ele era presidente da Associação dos ex-ferroviários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM), morador de Porto Velho e grande defensor do complexo histórico.
Seu Bispo teve o primeiro emprego aos 17 anos na estrada de ferro. Em entrevista ao G1 em 2017 ele disse que pedia a Deus para “novamente ouvir o apito da Maria Fumaça nesses trilhos de Porto Velho”.
“Desde pequeno andava por esses trilhos. Quando tive idade para iniciar o trabalho, foi o meu primeiro emprego e foi onde criei uma paixão inexplicável por esse local”, lembrou na época.
José Bispo
Jheniffer Núbia/G1
Ele morreu após ser infectado pela Covid-19 enquanto também lutava contra um câncer na garganta. A esposa dele faleceu há cerca de 30 dias, também com o novo coronavírus.
No vídeo abaixo, gravado em 2018, Seu Bispo contou à Rede Amazônica sobre seu trabalho na ferrovia:
José Bispo fala sobre o trabalho na Estrada de Ferro Madeira-Mamoré
Repercussão
O Ministério Público Federal (MPF) lamentou a morte do presidente da Associação dos Ferroviários da EFMM.
Em nota, o órgão destacou que José Bispo ajudou em diversos momentos, principalmente, com seu conhecimento histórico de Porto Velho e documentações da estrada. “Ajudou ainda na instrução de procedimentos para possíveis ações civis públicas. O MPF sente muito pela perda e se solidariza com familiares e amigos”, consta no comunicado.
O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, lembrou do legado de Bispo na História local.
“Nasceu em 27 de fevereiro de 1935 e em 1952 ingressou nos quadros de funcionários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. Trabalhou lá até se aposentar, ocupou diversos cargos e mesmo depois de aposentado continuou vivendo diariamente a estrada de ferro que era a grande paixão da sua vida. Ele deixa 11 filhos. Bispo vai com Deus, eu tenho certeza que você deixou a sua marca na nossa cidade. Nós nunca vamos te esquecer. Abraço”, disse o prefeito
VÍDEOS: veja mais notícias de Rondônia

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

Mais destaques

Facebook