Conectado por

Plural Saúde

G1

14 cidades de Rondônia planejam fim dos lixões até 2022


Publicado por

em


Consórcio intermunicipal vai licitar obras de engenharia e municípios vão licenciar áreas para a instalação de usinas de triagem e compostagem. Governo prevê fim dos lixões até 2022 em Rondônia
Superintendência Regional do Trabalho em Rondônia/Divulgação
O Governo de Rondônia divulgou nesta semana que 14 municípios rondonienses pretendem acabar com os lixões até o próximo ano. De acordo com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), a medida será possível com recursos do programa Zero Lixão, do Ministério do Meio Ambiente.
Veja os principais pontos do Plano de Resíduos Sólidos aprovado em Rondônia
No início deste mês, engenheiros e analistas da Sedam e representantes do Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (Cimcero) fizeram vistorias nos municípios de Alvorada do Oeste, Candeias do Jamari, Castanheiras, Colorado do Oeste, Costa Marques, Guajará-Mirim, Jaru, Mirante da Serra, Nova Mamoré, Ouro Preto do Oeste, Presidente Médici, São Francisco do Guaporé, Seringueiras e Vale do Paraíso.
A próxima etapa, segundo o Governo do Estado é a licitação das obras de engenharia pelo consórcio e o licenciamento pelos municípios das áreas onde serão instaladas usinas de triagem e compostagem. Os contemplados têm 18 meses para concluir as adequações apresentadas no projeto e desativar os lixões que ainda estão em operação.
Conforme o Cimcero, o Programa Zero Lixão vai investir cerca de R$ 12 milhões em Rondônia com o equipamento das unidades de triagem e compostagem, estações de transbordo de resíduos, compra de caminhões para coleta seletiva e encerramento dos lixões.
A expectativa do Governo do Estado é que Rondônia seja o primeiro estado da Amazônia completamente livre dos lixões até o próximo ano, com a destinação adequada dos resíduos sólidos urbanos.
VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Rondônia

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente