educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Rondônia chega a 1.180 óbitos por Covid-19; número de infectados soma quase 58 mil


Publicado por

em


Dados são da Secretaria de Estado da Saúde. 49.029 pessoas já estão recuperadas da doença. Sars CoV-2, o novo coronavírus causador da Covid-19
Mayo Clinic
Rondônia registrou neste sábado (5) 513 novos casos de Covid-19 e oito óbitos pela doença. Com esses números, o estado passa a contabilizar ao todo 57.865 diagnósticos e 1.180 vítimas fatais, segundo dados disponibilizados em boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).
Dos pacientes diagnosticados, já se recuperaram da doença 49.029 (84,73%) pessoas. 7.656 (13,23%) permanecem no período de transmissão do vírus.
Os óbitos foram em 5 cidades:
4 em Porto Velho – quatro homens de 54, 57, 65 e 68 anos;
1 em Nova Mamoré – um homem de 83 anos;
1 em Candeias do Jamari – um homem de 66 anos;
1 em Ariquemes – um homem de 71 anos; e
1 em Ji-Paraná – um homem de 49 anos.
As cidades com maior número de óbitos registrados são:
Porto Velho – 651
Guajará-Mirim – 85
Ariquemes – 80
Ji-Paraná – 51
Vilhena – 43
Já as cidades com maior número de casos confirmados são: Porto Velho (27.523), Ariquemes (4.779), Vilhena (3.059), Guajará-Mirim (2.816) e Ji-Paraná (2.280).
Também foi informado que o estado tem:
49.029 pacientes recuperados
7.656 casos ativos
320 pacientes internados
174.336 testes realizados
1.260 aguardando resultados dos exames no Lacen
*Dados de março são contabilizados a partir do dia 20, quando o Estado reconheceu o primeiro diagnóstico de Covid-19.
**Dados de setembro são contabilizados do dia 1º até a data de publicação desta matéria.
Média móvel
Com os dados deste sábado (5), Rondônia voltou à estabilidade na média móvel de óbitos do novo coronavírus. A variação está em 6%. Na Região Norte, há apenas dois estados que seguem apresentando alta, sendo eles:
Amazonas: 159%
Tocantins: 18%
Entenda como é calculada a média móvel e a variação dos casos e mortes por Covid-19
Initial plugin text

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook