Conectado por


Nacional

IBGE divulga PIB 2017 dos municípios brasileiros

Publicado por

em

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga, na manhã desta sexta-feira (13), os valores do Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios brasileiros referentes ao ano de 2017. São Paulo continua como o maior PIB e o Rio de Janeiro é o segundo maior.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

Em Rondônia, houve um crescimento de 5,4% em volume comparando com 2016, representando 0,7% do PIB nacional. Em 2017, o PIB rondoniense foi de R$ 43,5 bilhões, sendo 36,79% de serviços; 27,4% de administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social; 20,85% de indústria e 14,96% de agropecuária.

Em 2017, os maiores PIB municipais em valores absolutos foram registrados em Porto Velho (R$ 16,5 bilhões), Ji-Paraná (R$ 3,02 bilhões), Vilhena (R$ 2,55 bilhões), Ariquemes (R$ 2,29 bilhões), Cacoal (R$ 2,12 bilhões), Jaru (R$ 1,41 bilhão), Rolim de Moura (R$ 1,29 bilhão), Pimenta Bueno (R$ 1,07 bilhão), Guajará-Mirim (R$ 804 milhões) e Ouro Preto do Oeste (R$ 777 milhões).

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

Já os maiores PIB per capita ocorreram nos municípios de Pimenteiras do Oeste, Corumbiara, Porto Velho, Castanheiras, Pimenta Bueno, Rio Crespo, São Miguel do Guaporé, Vilhena, Chupinguaia e Jaru, nesta ordem.

Quando se trata de participação no PIB estadual, os maiores são: Porto Velho (37,96%), Ji-Paraná (6,96%), Vilhena (5,87%), Ariquemes (5,28%), Cacoal (4,89%), Jaru (3,25%), Rolim de Moura (2,98%), Pimenta Bueno (2,47%), Guajará-Mirim (1,85%) e Ouro Preto do Oeste (1,79%). Ou seja, dez municípios são responsáveis por quase três quartos do PIB rondoniense.

Analisando os valores do PIB estadual em cada setor, a capital corresponde a 10,04% do valor da agropecuária, 63% da indústria, 40% dos serviços e 29,61% de administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social. Cacoal é o segundo maior em agropecuária (4,34%), Vilhena o segundo em indústria (5,04%) e Ji-Paraná fica em segundo em serviços (9,62%) e em administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social (6,8%).

Os maiores crescimentos em valores absolutos entre 2017 e 2016 ocorreram nos municípios de Castanheiras, Alto Alegre dos Parecis, Corumbiara, Candeias do Jamari e São Miguel do Guaporé.

Com os menores PIB estão: Primavera de Rondônia (R$ 63 milhões), Teixeirópolis (R$ 83 milhões), São Felipe do Oeste (R$ 91 milhões), Pimenteiras do Oeste (R$ 99 milhões), Parecis (R$ 102 milhões), Rio Crespo (R$ 106 milhões), Castanheiras (R$ 111 milhões), Nova União (R$ 121 milhões), Cabixi (R$ 138 milhões) e Vale do Paraíso e Cacaulândia com R$ 140 milhões.

Publicidade

Apostas Esportivas Online Betway

Educa Mais Brasil

Mais destaques

Facebook