Conectado por


Polícia

Perigo do álcool: residência destruída por incêndio e jovem está internado no HB com 63% do corpo queimado

Publicado por

em

 Na noite da última sexta-feira (06), em Seringueiras, o jovem Renan, de 23 anos, casado, técnico em agropecuária e funcionário da loja Agro Boi na cidade, foi vítima de um grave acidente com álcool, que inflamou e explodiu, casando gravíssimas queimaduras nele e destruindo completamente a residência em que morava com a esposa. O drama comoveu a sociedade Seringueiras e pessoas de outras localidades, que estão mobilizadas para arrecadar donativos com o objetivo de custear despesas e reconstruir a residência devorada pelas chamas.

Renan é um jovem atuante na comunidade e na família, sempre ajudando os pais no sítio nos finais de semana e cuidando de uma roça de urucum dele próprio. O acidente mostra o imenso risco de se ter em casa, principalmente onde há crianças mas não somente, álcool na forma liquida, que é altamente inflamável e explode causando gravíssimas queimaduras e incêndios, exatamente o que aconteceu com  o Renan.

Tudo foi “causado” por uma aranha que adentrou a residência do casal e o Renan foi tentar queimar o inseto peçonhento que estava dentro do quarto, jogando álcool e ateando fogo. Como a chama é clara e o piso branco, ele achou que não tinha pegado fogo ainda e aproximou o litro e jogou mais álcool com a intenção de atear fogo novamente.

Entretanto, já havia chamas e ao aproximar o litro de álcool pegou foto e explodiu nas mãos e as chamas cobriram todo seu corpo; sendo que sua esposa usou uma toalha para abafar o fogo conseguindo apagar as chamas. Renan foi levado às pressas para o hospital e só depois o casal ficou sabendo que as chamas tinham se alastrado destruindo completamente todos os móveis e a residência.

Atualmente Renan está internado no hospital de Base em Porto Velho, com  63% do seu corpo com queimaduras de 2° e 3° graus, além de outras queimaduras menos graves, aguardando os resultados de sua recuperação para saber se vai ou não precisar de implantes de pele.

A família, amigos, igreja e colegas de trabalho estão realizando uma grande campanha para ajudar a reconstruir a vida deste jovem casal. Doações em dinheiro poderão ser efetuadas através do Banco do Brasil, agência 4127-0 de Seringueiras, conta corrente 8.233-3, em nome de José Ossak.

A maior preocupação do Renan neste momento, depois da própria saúde, não são as perdas materiais, o que ele mais deseja é alertar as pessoas para o terrível risco de se ter em casa e usar o álcool na forma líquida. Renan pretende usar as redes sociais para uma ampla campanha de alerta e conscientização para que as pessoas não usem álcool na forma líquida e opte pela forma em gel já disponível no mercado. “Reflitam: uma simples aranha, associada ao uso do álcool, causou a destruição da minha casa e quase acabou com minha vida”, alerta Renan.