Conectado por



Plural Saúde

Política

Aprovado projeto do deputado Dr. Neidson que garante direitos a pacientes renais crônicos em Rondônia

Publicado por

em

De autoria do deputado Dr. Neidson (PMN), o Projeto de Lei nº 251/2019 aprovado na última terça-feira (10), na Assembleia Legislativa, reconhece as pessoas com doenças renais crônicas como pessoas com deficiência para todos os fins de direito, no âmbito do estado de Rondônia.

De acordo com a propositura do parlamentar, a pessoa com doença renal crônica terá o mesmo tratamento e os mesmos direitos garantidos às pessoas com deficiência, em especial nas áreas da saúde, educação, transporte, mercado de trabalho e assistência social.

Da mesma forma, pacientes renais crônicos, ficam equiparados às pessoas com deficiência para fins de direito e de preenchimento do percentual legal de vagas destinadas às pessoas com deficiência na administração direta e indireta.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

“A principal finalidade dessa lei é assegurar a essas pessoas os mesmos direitos dados aos portadores de deficiências, em especial na área da saúde com acesso a medicamentos, na área da educação com palestras preventivas e que venham conscientizar a população em geral sobre o problema que enfrenta o paciente renal crônico, de modo, inclusive, a reduzir o preconceito, além de garantir também, assistência social e igualdade no mercado de trabalho”, enfatizou Dr. Neidson.

Leia também:

Em reunião na Sefin Dr. Neidson discute Convênio ICMS nº 134/19

Deputado Dr. Neidson repudia divulgação de notícia, que chamou de sensacionalista

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

Dr. Neidson se posiciona contra aumento abusivo na energia elétrica

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------
DJ90.COM.BR WEBRÁDIO

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), um grande número de brasileiros sofre de doenças renais. Alguns desses renais crônicos apresentam doenças como diabetes e pressão alta que, se não tratadas corretamente, podem ocasionar a falência total do funcionamento renal.

Estima-se que haja atualmente no mundo, 850 milhões de pessoas com doença renal decorrente de várias causas. A Doença Renal Crônica (DRC) causa, pelo menos, 2,4 milhões de mortes por ano, com uma taxa crescente de mortalidade.

“Levando em consideração de que o problema que assola os doentes renais crônicos, não se restringe somente a uma parcela mínima da população brasileira, mas sim, há um número considerável e crescente de doentes, nosso projeto visa em suma, proteger e garantir qualidade de vida e um tratamento digno e respeitoso a tais pacientes”, explicou Dr. Neidson.

Publicidade

Apostas Esportivas Online Betway
Plural Saúde

Educa Mais Brasil

Mais destaques

Facebook

WhatsApp chat