Muitos candidatos ao Enem 2019 ainda não sabem qual carreira seguir

 Um dos maiores desafio de muitos estudantes quando terminam o 3º ano é decidir qual profissão seguir. Com o fechamento do ciclo da vida escolar, este é um momento de grandes mudanças para dar o primeiro passo rumo ao futuro profissional. Afinal ter uma carreira de sucesso é o desejo de todos. E quando você ainda não sabe o que fazer neste momento decisivo? Direito ou Administração? Enfermagem ou Medicina? Humanas ou Exatas?

A melhor alternativa é o teste vocacional. Profissionais especializados podem “ajudar”, mas nunca “decidir” por você, lembre-se disso. Em contrapartida, não é incomum algumas pessoas saírem do processo ainda sem resposta. Algumas vezes, até começam o curso sem a certeza da profissão desejada.

Os últimos dados, divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), com base no Censo de Educação Superior, apontam que mais de 1.392.470 estudantes passaram por situações de instabilidades com a vida universitária, entre os anos de 2010 e 2015.

Cerca de 56% dos estudantes no Brasil que ingressaram em uma universidade acabaram desistindo no meio do caminho ou trocaram de curso no decorrer da graduação. No Nordeste, para os 376. 020 ingressantes, 198.454 universitários desistiram do curso alcançando a porcentagem de 52,8%. Ou seja, mais da metade dos ingressantes abandonam a faculdade antes de conquistar o diploma.

Os cursos com maior incidência de desistência são: Administração (182.591), Direito (128.728), Pedagogia (100.743), Ciências Contábeis (59.002), Enfermagem (43.429), Serviço Social (34.498) e Ciências Contábeis (59.002).

Como funcionam os testes vocacionais?

O objetivo dos testes é analisar o conjunto de características específicas da personalidade para conseguir apontar áreas ou profissões mais adequadas. Psicólogos, coachs e orientadores são aptos para fazer os testes vocacionais, avaliações com o objetivo de trazer clareza para quem está em busca de qual curso escolher.

Por que os testes vocacionais não são suficientes?

Quando você fizer o teste vocacional, talvez saia de lá com sua carreira quase escolhida mas, se isso não ocorrer, é normal. Os profissionais são aptos a te ajudar mas pode ser que algumas perguntas não consigam alcançar o seu perfil – incluindo sonhos, medos, valores, ambições e propósito.

Como saber minha vocação? E como aproveitar bem o teste vocacional?

Interesses, habilidades, talento, objetivo financeiro, entre outros, são vários fatores que influenciam escolha do curso. É possível, por exemplo, listar alguns pontos importantes da sua personalidade. Coloque tudo que te importa e te move no papel da forma que achar melhor. Assim, você pode visualizar o que deve ser levado em conta. Com isso, faz sentido listar áreas, cursos e profissões que se encaixem com o que você busca.

Agência Educa Mais Brasil