Conectado por


Destaque

Transporte Público: Consórcio SIM alega está praticamente fálida

Publicado por

em

Em uma audiência convocada pelo presidente do TRT-14 o desembargador Osmar J. Barneze para acabar com a greve no transporte coletivo em Porto Velho avançou sem acordos e os representantes do Consórcio SIM alegam que a empresa está em falência, com problemas graves para colocar a frota em funcionamento e que seriam necessários um total de R$ 5 milhões para o sistema de transporte voltar a funcionar, mas alegam que contam com apenas R$ 2 milhões de reais no caixa.

Leia também:

Transporte público: Consórcio SIM alega prejuízos e culpa prefeitura da capital

Motoristas e cobradores confirmaram em audiência que só retornam com o pagamento da cesta básica e o ticket alimentação. Mesmo assim, o Consórcio afirma que está sem combustível.

Autor: Portalrondonia.com