Conectado por

Rondônia, quinta, 27 de janeiro de 2022.



Jurídicas

Aumento de casos de covid-19, em razão da variante ômicron, preocupa administração do TJRO


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

reuniãoEspecialistaInfecto

Desde o início da pandemia da covid-19, o Tribunal de Justiça de Rondônia tem tomado medidas sanitárias adequadas para evitar contágio dentre servidores(as), magistrados(as) e usuários(as) da Justiça. Não poderia ser diferente neste momento em que a variante ômicron se espalha pelo mundo e o surto de influenza também tem se mostrado bastante perigoso, fazendo inclusive vítimas dentre familiares do público interno do TJRO.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Por isso, uma reunião com especialistas pesquisadores da área em doenças infectocontagiosas foi realizada na tarde desta segunda-feira, primeiro dia após o recesso do TJRO. No encontro virtual, o juiz secretário-geral, Rinaldo Forti, os auxiliares da presidência Guilherme Baldan e Ilisir Bueno e o juiz auxiliar da Corregedoria Johnny Gustavo Clemes, além do secretário de gestão de pessoas em exercício Júlio César Nascimento de Souzae os profissionais de saúde do TJRO – os médicos Amado Rahal e José Tinoco e a enfermeira Rosana Ramalho – tiraram dúvidas sobre a nova variante e as implicações dessa recente onda de covid-19 para as atividades jurisdicionais.

Os magistrados e profissionais de saúde do TJRO compõem o comitê de saúde, que deve estar atento sobre o avanço ou recuo da pandemia. E, como em outras situações, segue sempre as recomendações e preceitos científicos, postura que demonstrou eficácia na redução de casos e até de mortes no âmbito do Poder Judiciário.

Dentre os médicos convidados estava o especialista Juan Villalobos, que afirmou não existir uma verdade absoluta sobre a situação. “Não se pode afirmar que estamos 100% seguros, sendo necessário uma atitude de adaptação sempre, conforme a situação presente”, analisou.

Para ele, o momento é de muita precaução, pois virão alguns movimentos de aumento de infecção e ocupação hospitalar, que precisam ser enfrentados de imediato, reforçou.

Os elementos colhidos durante a reunião serão úteis para, se necessário, voltar a adotar regras de etapas mais rígidas, com medidas como isolamento, higiene redobrada dos ambientes e até a volta do trabalho em home office.

“A orientação do presidente do TJRO, desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia, é pôr a  saúde em primeiro lugar”, ressaltou o juiz secretário-geral, por isso, por enquanto, pede a todos(as) que mantenham o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento.

 

Assessoria de Comunicação Institucional

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook

carregando...