Conectado por

Rondônia, terça, 30 de novembro de 2021.



G1

Hildon Chaves anuncia que vai liberar eventos de grande porte em Porto Velho, mas só para os vacinados contra Covid


Compartilhe:

Publicado por

em


Liberação deve ocorrer a partir da próxima semana. Anúncio foi feito após a capital aplicar 10.600 doses de vacina contra a Covid-19 em um único dia. Hildon Chaves anuncia que deve liberar eventos de grande porte
Leandro Morais/Secom Prefeitura Porto Velho
O prefeito Hildon Chaves (PSDB) anunciou que deve liberar eventos de grande porte em Porto Velho a partir da próxima semana. O anúncio foi feito na noite de sábado (16), após a capital aplicar 10.600 doses de vacina contra a Covid-19 em um único dia.
No entanto, de acordo com o chefe do executivo, a participação em grandes eventos só será permitida para quem se vacinou contra o coronavírus.
“Ainda na próxima semana devo liberar eventos de grande porte em Porto Velho, mas só vai participar quem tiver com o cartão de vacina preenchido. As vacinas salvam e a redução dos casos se devem a elas. Vacinem-se”, escreveu Hildon no Twitter.
Dia V de Vacinação
No sábado, a prefeitura realizou o “Dia V” de multivacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), no Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) e também nos distritos de Calama e Nova Califórnia.
Além da vacina contra Covid, a ação ofertou a vacina BCG, contra a tuberculose, imunizantes contra as hepatites A e B, poliomielite e rotavírus, a pentavalente contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e pneumonia, e também doses contra caxumba, febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola, varicela e HPV.
A campanha iniciou no inicio do mês e segue buscando alcançar crianças e adolescentes de até 15 anos.
Segundo o prefeito, foram aplicadas 10.600 doses de vacina contra a Covid no sábado.
Intervalo reduzido
Na última semana, o município de Porto Velho anunciou uma redução no intervalo entre a 1ª e 2ª dose das vacinas Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac. Agora são 28 dias entre uma dose e outra.
A decisão de reduzir o intervalo tem o objetivo de acelerar a quantidade de pessoas imunizadas, “tendo em vista que a vacinação é a medida que evita a disseminação do coronavírus e impede a propagação da variante Delta, já confirmada no território rondoniense”.
Além disso, Porto Velho liberou a aplicação da dose de reforço, ou terceira dose da vacina contra a Covid-19, para todos os grupos do esquema vacinal.
Para receber o reforço do imunizante, o morador precisa obedecer o intervalo de seis meses após ter recebido a 2ª dose.

Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook