Conectado por

Rondônia, quarta, 01 de dezembro de 2021.



Exame

SEC aprova primeiro ETF de futuros de bitcoin dos EUA


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Após anos de tentativa e erro de diversas gestoras de fundos, o investimento em criptoativos está finalmente chegando ao grande público após a aprovação do primeiro ETF de bitcoin dos EUA.

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) deu o sinal verde para o ETF de futuros de bitcoin pela primeira vez na história nesta sexta-feira, 15, após uma reunião entre cinco comissários do órgão regulador que discutiram o assunto, A ProShares, que havia submetido à SEC o ProShares Bitcoin Strategy ETF, poderá ser a pioneira no lançamento de um ETF de futuros de bitcoin na próxima semana.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

A companhia emitiu um documento nesta sexta-feira, 15, declarando que sua proposta de ETF deve ser lançada na próxima segunda-feira, 18, entretanto, talvez o ETF não comece a ser negociado de forma imediata.

Os proponentes de um ETF de bitcoin acreditam que o produto será mais amplamente acessível para indivíduos mais interessados em fazer parte do mercado do que realmente possuir o bitcoin, dando aos investidores uma alternativa regulamentada ao ativo digital subjacente. No entanto, o primeiro produto irá acompanhar os preços dos futuros de bitcoin, em vez do preço do ativo negociado no mercado à vista. O presidente da SEC, Gary Gensler, indicou que acredita que os produtos relacionados aos futuros podem oferecer uma proteção mais efetiva para os investidores, principalmente por conta das leis que regulam esse tipo de produto.

“Sinal encorajador”

O presidente da ETFStore, Nate Geraci, contou que o formulário é “um passo à frente” para os ativos digitais e pode realizar uma ponte entre eles e o setor financeiro tradicional. Ele confirmou que a solicitação de uma emenda pós-efetiva é uma confirmação da aprovação oculta da SEC.

“É um sinal encorajador para o futuro dos criptoativos, ver que o presidente da SEC está confortável em ajudar os investidores tradicionais a ter exposição ao bitcoin mais facilmente”, disse ele. “A disponibilidade de um ETF de bitcoin irá trazer mais investidores para o mundo cripto e facilitará o aprendizado dentro do setor”.

James Seyffart, analista da Bloomberg Intelligence, também confirmou que o pedido é um sinal de que o ETF será lançado.

Ele também prevê que o lançamento de um ETF de futuros atuará como uma ponte para, por fim, ser lançado um ETF para o bitcoin negociado no mercado à vista.

Além disso, Seyffart observou que a emenda arquivada removeu informações relacionadas à possibilidade do fundo investir em ETFs de bitcoin canadenses como uma espécie de hedge.

“Parece que a SEC realmente não gostou dessa possibilidade por algum motivo”, disse. “Mas eles estão seguindo o padrão das diretrizes e permitindo que a primeira proposta seja lançada primeiro. Portanto, iremos acompanhar de perto o quanto de vantagem no pioneirismo existe aqui.

Resultado de uma longa espera

Participantes da indústria desejam há muito tempo um ETF de bitcoin. Os fundadores da Gemini, Tyler e Cameron Winklevoss, realizaram a primeira tentativa de aprovação em 2013. A SEC recusou todas as solicitações até hoje, e no momento ainda precisa avaliar mais de 30 solicitações.

No entanto, é provável que o órgão regulador aprovará somente ETFs de futuros este ano. Os comentários de Gensler em apoio à um ETF de futuros nos dão pistas de que o presidente da SEC não aprovará um ETF do mercado à vista tão cedo.

“Eu duvido fortemente de que a SEC irá aprovar um produto como esse ainda neste ano”, disse Seyffart.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e Lucas Josa e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

 

 

Fonte: Revista Exame

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook