Conectado por

Rondônia, terça, 28 de setembro de 2021.



Jurídicas

Prêmio Cooperari: “Secretaria Virtual” de Ji-Paraná é uma das finalistas na cerimônia de premiação que acontece nesta sexta-feira (3/9)


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

A iniciativa da 1ª Vara do Trabalho de Ji-Paraná/RO que criou a “Secretaria Virtual” e inspirou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a regulamentar em todo o Judiciário a plataforma de videoconferência denominada “Balcão Virtual”, será uma das práticas finalistas da 1ª edição do Prêmio Cooperari. A cerimônia de premiação acontece nesta sexta-feira (03), a partir das 14h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no canal do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) no YouTube.

>> Marque na agenda. Ative o lembrete


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

A “Secretaria Virtual” trata-se de um ambiente virtual, sala na plataforma do Google Meets, com link fixo, em que os servidores ficam “logados” durante o horário de expediente forense para atendimento das partes, advogados e usuários externos, além da realização de despachos com o magistrado. Foi criada durante a suspensão de atividades presenciais decorrente da pandemia do coronavírus com o objetivo de suprir a necessidade do contato direto das partes e advogados com os serviços judiciários.

Debate sobre inovações

Antes da apresentação da iniciativas vencedoras, será promovido um debate sobre inovações no Judiciário com o juiz Caio Moisés, da Justiça Federal de São Paulo, e com o chefe da Seção de Dados Estratégicos Gerenciais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e com o pesquisador Leonardo Ferreira de Oliveira, associado ao laboratório de inovação GovLab da New York University. A presidente do TST e do CSJT, ministra Maria Cristina Peduzzi, fará a abertura do evento.

Prêmio Cooperari

A premiação tem o intuito de identificar as melhores iniciativas já realizadas regionalmente nos TRTs e nas Varas do Trabalho para aplicação nacional, em toda a Justiça do Trabalho. As práticas finalistas contemplam ao menos um dos quatro objetivos estratégicos do Planejamento Estratégico da Justiça do Trabalho 2021-2026. O objetivo é impulsionar o alcance dos objetivos definidos para os próximos seis anos.

Além de Ji-Paraná, estão concorrendo também ao prêmio iniciativas da primeira instância das Varas do Trabalho de Juína (MT), Chapecó (SC), Taubaté (SP), Palhoça (SC) e de Lages (SC). No segundo grau, concorrem ao prêmio os Tribunais Regionais do Trabalho da 24ª Região (MS), da 4ª Região (RS), da 17ª Região (ES), da 12ª Região (SC) e da 6ª Região (PE).

Conheça as iniciativas finalistas.

Secom/TRT14 (Com informações da Secom/CSJT)
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook