Conectado por

Rondônia, domingo, 19 de setembro de 2021.



Geral

Energisa inicia seleção de projetos para melhoria de eficiência energética em Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

  • Inscrições começam nesta terça-feira (24/8) e vão até 22/10
  • O investimento no estado será de R$ 2 milhões

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

A Energisa inicia a chamada pública de projetos do Programa de Eficiência Energética (PEE). As inscrições estão abertas a partir desta terça-feira (24/8) e vão até 22 de outubro. A iniciativa tem o objetivo de promover o uso eficiente da energia elétrica por meio de projetos inovadores em nove estados onde a empresa atua em distribuição, incluindo Rondônia. O envio de propostas e acesso aos editais é por meio deste link: http://energisa.gestaocpp.com.br.

Este ano, o Grupo Energisa tem a estimativa de investir cerca de R$ 26,3 milhões para a execução de projetos nas distribuidoras incluídas no edital. No estado de Rondônia, o investimento será de R$ 2 milhões. Os interessados em participar podem obter mais informações na live que será transmitida no dia 1º de setembro, às 10h30 (horário de Brasília), pelo link https://bitlybr.com/EVRCxMsC. O PEE é aberto para os clientes atendidos pela área de concessão dos estados das distribuidoras participantes dessa chamada pública. A seleção dos projetos aprovados será anunciada em 20 de dezembro. O Programa de Eficiência Energética é regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Desde que chegou ao estado, a Energisa já investiu R$ 21 milhões em 23 projetos que geram economia de energia elétrica para diversos setores da sociedade com a adoção de novas tecnologias, processos e usos. Entre as principais ações destacam-se o sistema de geração solar na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e na Casa de Apoio ao Doente com Câncer Irmã Rosa Gambelli. “Contribuir com essas instituições nos deixar muito felizes, pois indiretamente beneficiamos à comunidade. O uso eficiente de energia, consequentemente, reduz a conta e disponibiliza recursos para investir em projetos importantes para nossa sociedade como educação, capacitação para o mercado de trabalho e, principalmente, de assistência social”, afirma o diretor presidente da Energisa em Rondônia, André Theobald. Segundo ele, empresa investe em projetos que melhoram a qualidade de vida das pessoas e trazem benefícios para a comunidade.

O executivo complementa que com as melhorias implementadas, a previsão de economia chega a 62.529,34 MWh anuais, o suficiente para atender 23.685 casas populares. A iniciativa também promove ações educacionais e substituição de aparelhos elétricos antigos por itens mais novos e eficientes, como lâmpadas de LED ou fluorescentes compactas e geladeiras. Em quase três anos, foram substituídas 61.056 lâmpadas, 41 aparelhos de ar-condicionado e 1.834 refrigeradores.

Sobre a Energisa

Com 116 anos de história, o Grupo Energisa é o maior privado do setor elétrico com capital nacional e o também o maior na Amazônia Legal. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. Com receita líquida anual de R$ 18 bilhões (2020), o Grupo atende a 8 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de mais de 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de call center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora), soluções em energias renováveis (Alsol) e agora a fintech Voltz, que entra no mercado de contas digitais.

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook