Conectado por

Rondônia, domingo, 19 de setembro de 2021.



Esporte

Boxe: com chances de pódio, Brasil tem adversários definidos em Tóquio


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

O boxe olímpico brasileiro já tem definidos os adversários na Olimpíada de Tóquio (Japão). O país será representado por sete atletas e três deles foram confirmados como cabeças de chave Jucielen Romeu (57 quilos), Beatriz Ferreira (60 kg) e Hebert Conceição (75 kg). O país tem chances reais de pódio em Tóquio 2020. Atual campeã mundial, a baiana Beatriz Ferreira, também conhecida como Bia, lidera o ranking da Associação Internacional de Boxe (Aiba). A pugilista peso leve estreará nas oitavas de final contra a vencedora do embate entre Wu Shih-Yi (Taiwan) e Agnes Alexiusson (Suécia) O duelo será às 5h (horário de Brasília) na próxima sexta-feira (30). Todos os combate da modalidade serão realizados na Ryōgoku Kokugikan, também batizada de Ryogoku Sumô Hall, onde tradicionalmente ocorrem as lutas de sumô na capital japonesa. 


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Natural de Rio Claro (SP), Jucielen Romeu, de 25 anos, será a primeira brasileira nos combates femininos no ringue olímpico. Medalha de prata em 2019 nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru) e estreante nos Jogos, a peso pena brasileira lutará às 7h39 da  próxima segunda (26). A adversária será a ganhadora do confronto entre Karriss Artingstall (Grã-Bretanha), ou Keamogestse Sadie Benosi (Botswana). 

Também cabeça de chave, o baiano Hebert Conceição, de 23 anos, medalha de ouro na Olimpíada Rio 2016, terá pela frente nas oitavas quem vencer o combate entre Ashish Kumar (Índia) e Erbieke Thuoheta (China). O pugilista, que em 2019 faturou a prata no Pan de Lima e bronze no Campeonato Mundial de Ecaterimburgo (Rússia) estreia às 5h da próxima quinta (dia 29). 

Primeira estreia do Brasil

O pugilista Wanderson de Oliveira (67 kg) será o primeiro brasileiro a estrear na modalidade nos Jogos de Tóguio. O carioca, de 24 anos, fará sua primeira luta às 7h06 deste domingo (25), contra Wessan Salamana, atleta da Síria que integra a Equipe Olímpica de Refugiados. 

Paulista de Osasco, o peso-pesado Abner Teixeira, 14º no ranking mundial na categoria até 91 kg, terá pela frente um desafio e tanto logo na estreia na próxima terça (27), às 6h18: ele enfrentará Cheavon Clarke (5º), da Grã-Bretanha.

O brasileiro Keno Marley está na final do boxe, categoria 81kg, nos Jogos Pan-americanos Lima 2019

O baiano Keno Marley, de 21 anos, estreia na próxima quarta (28), às 2h12, contra o vencedor do combate entre Shabbos Negmatulloev (Tajiquistão) e  Daxiang Chen (China). 30/07/2019/Arquivo/Alexandre Loureiro/COB

Na madrugada de quarta (28) será a vez do meio-pesado Keno Marley, de 21 anos, número 7 do mundo na categoria até 81kg, pisar no ringue olímpico pela primeira vez. Natural da pequena Sapeaçu, no Recôncavo Baiano, cidade com pouco mais de 17 mil habitantes segundo o IBGE (Censo/2010), Marley enfrentará o vencedor do embate entre Shabbos Negmatulloev (Tajiquistão) e  Daxiang Chen (China). A combate do baiano, o mais jovem na delegação de boxe do país, está programado para às 2h12. 

O Brasil conta ainda com a peso-mosca Grazielli Jesus de Souza, de 30 anos, que fará o primeiro embate na próxima quinta (29), às 7h24. A paulista de Mogi das Cruzes, 25ª no ranking, competirá com a vencedora do duelo entre Tsukime Namiki (Japão)  e Catherine Nanziri (Uganda) na categoria até 51 kg. 

Programação

Domingo (25)

7h06 – Wanderson de Oliveira x  Wessan Salamana (Equipe Olímpica de Refugiados) – categoria 67 kg

Segunda (26)

7h39 – Jucielen x vencedora (Karriss Artingstall/Grã-Bretanha x Keamogestse Sadie Benosi/Botswana) – categoria 57 kg

Terça-feira (27) 

6h18 – Abner Teixeira x Cheavon Clarke (Grã-Bretanha) – categoria 91 kg

Quarta-feira (28)

2h12 – Keno Marley x vencedor (Shabbos Negmatulloev/Tajiquistão) e  Daxiang Chen/China) – categoria 81 kg

Quinta-feira (29)

5h – Hebert Conceição x vencedor (Ashish Kumar/Índia) x Erbieke Thuoheta/China) – categoria 75 kg

7h24 – Grazielli x vencedora  (Tsukime Namiki/Japão x Catherine Nanziri/Uganda) – categoria 51 kg

Sexta-feira (30)

5h – Bia Ferreira x vencedora (Wu Shih-Yi/Taiwan x Agnes Alexiusson/Suécia) – categoria 60 kg

Fonte: Agencia Brasil – Esportes

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook