Conectado por

Plural Saúde

Nacional

Prefeitura segue vacinando trabalhadores da Saúde em unidades que atendem pacientes de Covid-19


Publicado por

em

VACINA COVID

Município recebeu 8.900 doses que serão divididas para as duas aplicações necessárias
Para dar continuidade ao Plano de Imunização contra a Covid-19, a Prefeitura de Porto Velho recebeu uma nova remessa da vacina CoronaVac. No domingo (7), o Governo do Estado anunciou a entrega de 9 mil doses ao município, no entanto, após uma redistribuição, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) recebeu 8.900 doses para dividir em primeira e segunda aplicação.
Essas 4.450 doses serão aplicadas nos trabalhadores da Saúde, em atividades nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19. Até agora, cerca de 9 mil profissionais da linha de frente já receberam a primeira dose do imunizante. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é vacinar 18.107 pessoas deste público, somente em Porto Velho, nas redes municipal, estadual, federal e privada.
A vacinação dos profissionais iniciou no dia 19 de janeiro, quando Porto Velho recebeu a primeira remessa do imunizante. Por falta de vacina para todas as pessoas deste grupo, o Ministério da Saúde orientou, através do Segundo Informe Técnico, prioridade aos trabalhadores da linha de frente, ou seja, àqueles em contato direto com os pacientes.
Em seguida, de 3 a 5 de fevereiro, a vacinação foi ampliada para os profissionais de Saúde, em atividades nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes suspeitos ou confirmados com a Covid-19. Etapa que terá continuidade nos próximos dias, com a inclusão dos trabalhadores da Saúde dentro dos critérios acima citados.
A Comissão de Vacinação contra a Covid-19, criada pela Semusa, se reuniu, na manhã desta segunda-feira (8), para elaborar o plano de ação desta próxima etapa, que se inicia nos próximos dias, em data que será amplamente divulgada através dos canais oficiais da Prefeitura.
 “Estamos reorganizando o fluxo e planejando as próximas ações dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. As unidades públicas e privadas que atendem os requisitos foram contatadas, para que enviem a relação dos profissionais que atendem ao perfil. A partir daí, vamos ter condição de montar a ação diante do número de doses, local adequado e dias necessários para atender a todos deste grupo”, explicou a gerente de Imunização da Semusa, Elizeth Gomes.
DISTRITOS CONTEMPLADOS
Profissionais de Saúde que se enquadram nos critérios e que atuam nos distritos e zonas rurais também estão sendo contemplados com a vacina contra a Covid. As equipes de imunização percorreram a região da Ponta do Abunã e Baixo Madeira, durante os três últimos finais de semana, para atender esta categoria.
Jacy-Paraná, Nova Mutum, Abunã, Vista Alegre do Abunã, Fortaleza do Abunã, Nova Califórnia, Extrema e União Bandeirantes, São Carlos, Calama, Cujubim Grande, Demarcação e Nazaré foram os distritos contemplados. Além deles, as unidades de saúde das comunidades de Aliança, Jamary, Nova Aliança, Nova Esperança, São Miguel, Linha 28, Terra Santa e Lago do Cuniã também receberam as equipes vacinadoras. Ao todo, 226 profissionais receberam a primeira dose da vacina CoronaVac.
IDOSOS
 A Semusa finalizou na sexta-feira (5) a imunização dos idosos de 80 anos acima, com quase 3 mil contemplados com a primeira dose da vacina de Oxford/Astrazeneca. Aqueles que não puderam comparecer ou não agendaram terão nova oportunidade juntamente com o próximo grupo de idosos.
Ainda na sexta-feira (5), a Semusa iniciou a vacinação dos idosos a partir desta idade que são acamados. Até agora, 25 acamados foram imunizados, ação que continuará sendo executada esta semana para atender os mais de 200 agendados.
A Semusa enfatiza que ainda não abriu agendamento para idosos com idade superior a 75 anos, pois aguarda a remessa de mais doses. O cronograma com data de primeira e segunda dose que está sendo compartilhado em redes sociais, não foi divulgado pela Semusa, portanto as informações não correspondem ao planejamento da secretaria e devem ser desconsideradas. O agendamento será aberto tão logo o Ministério da Saúde envie nova remessa do imunizante.
Superintendência Municipal de Comunicação – (SMS)
 
Comentários do Facebook - Comente

Publicidade

Mais destaques

Facebook