educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Suspeito de matar agricultor encontrado carbonizado é preso em Mirante da Serra, RO


Publicado por

em


Homem teria confessado aos policiais que matou o agricultor. Corpo da vítima foi encontrado quase completamento carbonizado no rio Urupá no último final de semana. Arma foi apreendida com o suspeito de ter matado um agricultor em Mirante da Serra
Reprodução/Anoticiagora
Um homem, de 38 anos, conhecido como “Neguinho da nóia”, foi preso nesta terça-feira (1º) suspeito de ter matado um agricultor na zona rural de Mirante da Serra (RO). O corpo da vítima foi encontrado quase todo carbonizado no rio Urupá, na fundiária da propriedade onde morava o agricultor.
Segundo informações preliminares, o suspeito teria confessado o crime aos policiais e dito que tinha matado o agricultor após uma desavença, pois a vítima teria lhe dado um tapa na cara. O homem ainda contou que matou a vítima com uma paulada na cabeça, e em seguida ateou fogo no corpo.
A prisão
Consta no boletim de ocorrência que o suspeito foi visto por testemunhas próximo ao Vale do Anari (RO). Quando os policiais estavam realizando buscas pela região, foram informados de que ele estaria andando pela RO-133 e que sempre se escondia no mato quando via um carro.
Com as informações passadas pelos moradores, a polícia conseguiu localizar o suspeito no Km 12 da estrada estadual. Ele foi preso por porte de arma com sinal identificador suprimido ou adulterado, devido a arma que carregava em uma sacola nas costas.
Entenda o caso
Homicídio aconteceu em assentamento que tem conflito agrário, em Rondônia
Gazeta Central/Reprodução
O corpo do agricultor Flaim Juvercin, de 42 anos, foi encontrado carbonizado em uma área de conflito agrário na zona rural de Mirante da Serra.
Testemunhas disseram aos investigadores que o suspeito e a vítima estavam se desentendendo por causa da divisa entre as duas propriedades rurais no assentamento Padre Ezequiel.
Por diversas vezes moradores ouviram ou presenciaram ameaças de morte entre ‘Neguinho da nóia’ e Flaim.
No último sábado (29), o suspeito percorreu diversas residências do assentamento afirmando que tinha matado Flaim, mas não queria revelar onde escondeu o corpo do agricultor.
No domingo (30), a PM fez buscas por ‘Neguinho da nóia’, mas o suspeito do assassinato atirou contra os policiais e saiu correndo para uma área de mata na Zona Rural de Theobroma (RO).

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook