educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Rondônia registra mais 11 óbitos pela Covid-19 e chega a 47.652 casos da doença


Publicado por

em


Mais de 360 casos foram notificados no estado neste sábado (15). Dados são da Secretaria de Estado da Saúde. Coronavírus foram batizados assim por causa das pequenas ‘coroas’ na superfície
Getty Images via BBC
Mais 11 mortes pelo novo coronavírus foram registradas em Rondônia neste sábado (15), segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Com os novos óbitos, o estado chega a 1012 vítimas da Covid-19.
Neste sábado ainda foram contabilizados mais 364 casos da doença, chegando a 47.652 pessoas infectadas.
As 11 novas mortes registradas no estado foram em:
4 em Porto Velho – mulheres de 27, 44, 53 e 68 anos;
3 em Ji-Paraná – uma mulher de 71 anos e dois homens 46 e 72 anos;
2 em Ariquemes – uma mulher de 46 anos e um homem de 57 anos;
1 em São Miguel do Guaporé – uma mulher de 78 anos;
1 em Monte Negro – uma mulher de 77 anos.
Ainda segundo a Sesau, foram constatados dois casos a menos no município de Presidente Médici, em decorrência de duplicidade de registros.
As cidades com maior número de óbitos registrados são:
Porto Velho – 603
Guajará-Mirim – 77
Ariquemes – 60
Ji-Paraná – 35
Vilhena – 31
Já as cidades com maior número de casos confirmados são: Porto Velho (24.877), Ariquemes (3.707), Guajará-Mirim (2.541), Vilhena (2.098) e Ji-Paraná (1.482).
Também foi informado que o estado tem:
39.663 pacientes recuperados
6.977 casos ativos
385 pacientes internados
148.290 testes realizados
1.407 aguardando resultados dos exames no Lacen
Neste sábado (15), dos 214 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adultos disponíveis na rede pública do estado, 137 estão sendo utilizados, o que representa uma lotação de 64%.
A situação é mais crítica na macrorregião II, que atende municípios do centro-sul do estado e engloba os hospitais de Cacoal, Vilhena e São Francisco do Guaporé. Nessa região, a taxa de ocupação está em 80,9%, sendo que o Hospital Regional de Cacoal (HRC), que é referência para o tratamento da doença, tem apenas dois leitos disponíveis.
Initial plugin text

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura