educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Covid-19: Leitos de UTI do Hospital Regional de Cacoal, RO, atingem lotação máxima


Publicado por

em


Em toda a macrorregião II, que abrange 34 municípios de Rondônia, apenas cinco leitos de UTI estão disponíveis. Cacoal registra 926 casos do novo coronavírus e 16 mortes. Leito de UTI não está mais disponível no Hospital Regional de Cacoal
Governo de RO/Divulgação
O Hospital Regional de Cacoal (HRC) atingiu a lotação máxima dos 28 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com o novo coronavírus. Segundo informações do Governo de Rondônia, na cidade, apenas um leito de UTI está disponível no Hospital de Urgência e Emergência (Heuro).
Cacoal é o município referência para o tratamento da Covid-19 da macrorregião II, que abrange 34 municípios da região centro-sul do estado. Nessa região vivem cerca de 780 mil pessoas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Além do Heuro e do HCR, a região ainda conta com o Hospital Regional de São Francisco do Guaporé, que também não tem leitos disponíveis, o Hospital Adamastor Teixeira de Oliveira em Vilhena que tem três leitos de UTI livres para pacientes com o vírus e o Hospital Cândido Rondon em Ji-Paraná com apenas um leito desocupado.
A ocupação das UTIs na macrorregião II nesta terça-feira (4) é de 89,4%, com apenas cinco vagas livres.
Leitos de UTI para pacientes com Covid-19 estão lotados em Cacoal
Casos em Cacoal
Nesta terça (4), Cacoal registrou mais 138 casos da doença e quatro mortes, chegando a um total de 926 diagnósticos e 16 óbitos, de acordo com o último boletim divulgado pela Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).
Initial plugin text

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook