Conectado por

Plural Saúde

G1

Rondônia ultrapassa 38 mil casos do novo coronavírus e acumula mais de 860 mortes


Publicado por

em


Relatório desta quinta-feira (30) apontou dez novas mortes e aumento de 773 diagnósticos da Covid-19, em comparação com o boletim anterior. Imagem criada pela Nexu Science Communication em conjunto com o Trinity College, em Dublin, mostra um modelo estruturalmente representativo de um betacoronavírus, que é o tipo de vírus vinculado ao COVID-19, mais conhecido como coronavírus vinculado ao surto atual.
NEXU Science Communication/via REUTERS
A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) de Rondônia confirmou, nesta quinta-feira (30), dez novas mortes em decorrência do novo coronavírus (veja os detalhes mais abaixo). Desde o início da pandemia, foram registrados 864 óbitos na região.
O número de diagnósticos soma 38.407: são 773 infecções a mais que o total contabilizado até a noite de quarta-feira (29). Em contrapartida, 29.286 (76,2%) pessoas já estão recuperadas da doença em Rondônia.
Os dez óbitos foram confirmados nas seguintes cidades:
5 em Porto Velho: duas mulheres de 46 e 59 anos e três homens de 39, 43 e 60 anos;
1 em Ariquemes: mulher de 81 anos;
1 em Cujubim: homem de 62 anos;
1 em Guajará-Mirim: mulher de 55 anos;
1 em Espigão do Oeste: homem de 70 anos; e
1 em Campo Novo: criança de 2 anos.
A capital continua sendo a cidade com maior número de infectados: são 21.679 diagnósticos da doença e 558 óbitos. Em seguida está Ariquemes com 2.224 casos confirmados, Guajará-Mirim com 2.176 e Vilhena com 1.323 diagnósticos.
A Sesau também divulgou no boletim que há:
417 pacientes internados no total;
123.159 testes realizados; e
1.109 casos suspeitos aguardando resultado no Lacen.
Conforme divulgado nesta quinta-feira (30), a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adultos é de 75,4%.
Desses leitos de UTI, 71,4% estão ocupados na macrorregião I, que inclui hospitais de Porto Velho, Ariquemes e Jaru, e 85,1% ocupados na macrorregião II, que engloba os hospitais de Cacoal, Vilhena e São Francisco do Guaporé.
Initial plugin text

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook