Conectado por

Plural Saúde

Destaque

Governador e Prefeito falam do novo decreto de Isolamento Restritivo


Publicado por

em

Governador e Prefeito falam do novo decreto de Isolamento Restritivo

Continua após a publicidade

O Governador de Rondônia, Marcos Rocha, durante uma coletiva realizada na tarde desta terça-feira (05/06) destacou que o decreto de Isolamento Restritivo de oito dias que deve ser sancionado hoje, foi um entendimento de todos,  “as pessoas devem parar de caminhar sem nenhum motivo, se a pessoa vai trabalhar isso é aceitável”, serão autorizados a funcionar serviços essenciais, como: supermercados, farmácias, e demais serviços de extrema necessidade. Rocha afirmou que não é a empresa que infecta as pessoas, mas sim as pessoas que vão de ônibus coletivos, as pessoas atendem outras pessoas, aumentando o fluxo.

Novos leitos

Marcos Rocha lembrou do episódio do hospital Prontocordis, que segundo ele, alguns Fake News atrapalharam a concretização do aluguel do hospital, que estava sendo realizada de forma transparente, decidimos então comprar o hospital Regina Pacis que será reinaugurado após a reforma que está sendo realizada, no máximo na próxima quarta-feira (10/06) com cerca de setenta leitos e após quinze dias mais setenta leitos serão liberados.

Entendimento com a prefeitura

O Prefeito da capital, Hildon Chaves durante a coletiva afirmou que houve um entendimento com o governo do estado para a elaboração do novo decreto, que será publicado hoje sobre o isolamento restritivo em Porto Velho. Hildon falou da dificuldade da compra de insumos e remédios para o tratamento dos pacientes positivos do Coronavírus, recursos não faltam, mas as fábricas não conseguem entregar devido a falta de componentes para a fabricação dos medicamentos.

Questionado sobre a contratação de leitos hospital na capital pela prefeitura, Hildon foi enfático em afirmar que a responsabilidade seria do estado, pois existem recursos federais que deveriam ser utilizados, mas não foram repassados ao município de Porto Velho desde os governadores anteriores. Salientou que busca a contratação de leitos do Hospital da Astir, mas aguarda que sejam resolvidos problemas de documentação para que seja concretizado essa contratação emergencial de leitos.

Reforçou que é preciso o apoio de toda a população, hoje gostaríamos de estar comemorando a abertura de mais empresas e uma maior liberdade para a população.

 

Comentários do Facebook - Comente

Publicidade

Mais destaques

Facebook