Artigos
COLUNA RETICÊNCIAS POLÍTICAS... - Por Itamar Ferreira
10/08/2015|  Autor : Itamar Ferreira|   Fonte : Itamar Ferreira



Na disputa de tucanos & Cia contra os petistas a racionalidade e o bom senso vão pras calendas...

... ou no popular: vai pras cucuias. Há um clima de beligerância, hostilidades e verdadeiro ódio contaminando as disputas políticas, que vem se acentuando desde o fim do segundo turno das eleições presidenciais de 2014. Insuflado pela oposição que se recusa a aceitar que perdeu as eleições, alimentado pela mídia que quer mudar o governo de qualquer jeito e replicado nas redes sociais à exaustão o ódio e a intolerância tem encontrado terreno fértil para crescer...

... para essa turma não importa o preço a pagar: agravar a crise econômica; piorar a crise política, aumentar sem preocupação as despesas do governo (pauta bomba da Câmara dos deputados de Eduardo Cunha); inibir investimentos internos e externos com um noticiário catastrófico... tudo é valido, desde que desgaste o governo e corrobore com a ideia fixa deles: tomar o poder sem precisar recorrer aos votos do povo...

... literalmente os antipetistas torcem e trabalham arduamente para criar o "quanto pior melhor". Melhor para quem? Para Aécio chegar a presidência? Para tirar o PT do poder a qualquer custo? E o Brasil e o seu povo como ficam? Mas, vozes importantes, principalmente, no mundo empresarial já começam a questionar essa estratégia suicida da oposição, como um mega banqueiro que nesta semana deu um puxão de orelha e pediu mais responsabilidades dos deputados e da oposição...

... esse clima de ódio não está só na macro política, mas contamina as relações pessoais, até dificultando que pessoas com pensamentos diferentes tenham uma normal convivência democrática. Tive recentemente uma experiência desagradável dessas: um amigo, pessoa culta, jornalista (profissão que prima pela liberdade de pensamento), dono de um renomado site de noticias rompeu comigo e com outros amigos dele pelo mesmo motivo: ser do PT ou simpatizante. Convenhamos, aqui a racionalidade foi mesmo para as calendas gregas...

... como a racionalidade está sendo sufocada pelo ódio e a intolerância, predomina entre os antipetista as generalizações do tipo "os", "todos", "nenhum", com as quais atacam tudo e todos que se refere ao PT. Eu tenho contra-argumentado que generalizações é como uma espécie de unanimidade e esta como já disse Nelson Rodrigues é burra...

... a principal estratégia, para não dizer a única, tem sido o discurso enviesado e seletivo da corrupção. Dois fatos recentes mostram que Dilma está comprometida com o combate à corrupção: um, o prestigiado jornal inglês Financial Times disse que o combate à corrupção poderá ser o grande legado de Dilma, afirmando que "a postura inflexível de Rousseff sobre a corrupção é uma ruptura bem-vinda em relação à atitude relaxada que caracterizou os políticos brasileiros por muito tempo"; o outro, a recondução do Procurador Geral da República Rodrigo Janot, que tem sido implacável com a corrupção...

... analise as palavras a seguir: "A crise política é mais forte que a própria crise econômica. Isso abala a confiança e retarda a retomada. Todos os participantes desse processo – políticos, Executivo, autoridades – têm de pensar grande. Precisamos ter a grandeza de buscar a convergência. O Congresso tem contribuído para buscar soluções ou apenas tumultua o ambiente e cria desgastes para o governo?" Se pensou que são de um petista se enganou, são do presidente do Bradesco que acaba de comprar o HSBC por US$ 5,2 bilhões de dólares...
... claramente essa estratégia da oposição, liderada por Aécio Neves do PSDB esquece as lições da história, de que esse tipo de movimento pautado no ódio, revanchismo e na intolerância acaba vitimando seus próprios criadores, como aconteceu com Robespierre na Revolução Francesa, que de tanto mandar pescoços de adversários à guilhotina um dia esta ceifou o seu.


COMENTE COM O FACEBOOK


Portalrondonia Comunicações Ltda. E-mail: redacao@portalrondonia.com