Prefeitura repassa recursos para as escolas de samba

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Funcultural, repassou nesta quinta-feira (1º), o valor de R$ 458 mil, de um total de R$ 500 mil para as escolas de samba de Porto Velho. Nesta sexta, o dinheiro estará na conta de cada uma das agremiações. O desfile será no dia 17 de fevereiro, no Parque dos Tanques. O local foi escolhido pela própria Federação das Escolas de Samba (Fesec). O município repassou os recursos e o Estado, via Secel, irá ceder a estrutura – arquibancadas, sonorização, telão de led e camarotes.

O presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes, reuniu os representantes das entidades para oficializar o repasse e discutir questões relacionadas ao desfile deste ano, prestação de contas dos recursos recebidos, bem como o planejamento das agremiações para o ano de 2018. “Agora que vocês estão legalmente regularizadas como empresa podem se planejar e fazer projetos para obter recursos para o desfile do próximo ano, seja através de patrocínio de empresas ou de emendas parlamentares, sem necessidade de ficar esperando unicamente pelos recursos do município”, destacou.

O valor repassado foi rateado entre as seis escolas, de acordo com o que determina o regulamento da Fesec, ficando 75% para o grupo especial e 25% para as agremiações de acesso. Cada escola do grupo especial recebeu R$ 93.750,00, e do grupo de acesso R$ 41.666,00. A Rádio Farol, do grupo de acesso, não foi contemplada com recursos por não ter apresentado a documentação exigida no chamamento público feito pelo município. Por este motivo, não irá desfilar.

O presidente da Fesec, Hudson Mamedes, declarou que não foi repassado o montante esperado pelas escolas, mas diante da situação econômica pela qual passa o país, todos entenderam. Ele afirmou que o fato do dinheiro ter saído agora, pouco tempo antes da data do desfile, não irá prejudicar as escolas, isto porque, segundo Hudson, as agremiações já vinham trabalhando para montar toda a estrutura – fantasia e carros alegóricos.

CONTAS

Esta é a primeira vez em que a Prefeitura repassa os recursos diretamente para as escolas de samba. É a primeira vez também que as agremiações terão que prestar contas da utilização do dinheiro, cujo prazo é de até dois meses após o encerramento do carnaval, dia 17 de fevereiro. Aquela que não cumprir com essa obrigação, estará infringindo a lei e poderá ser impedida legalmente de receber recursos públicos em 2019.

DESFILE

O enredo da Acadêmicos do Armário Grande viajará no “Mundo Cultural das Lendas e Crenças da Região Norte”; a Acadêmicos da Zona Leste terá como enredo “Mentira – quem quiser que conte outra”; já o enredo da Diplomatas é “Mestre Severino, seus Caminhos e suas Histórias. Rondônia em Arte, Folclore e Folia”; A São João Batista homenageará Manelão. As demais escolas não passaram seus scripts.

 

%d blogueiros gostam disto:

Add URL