Conectado por

Rondônia, sábado, 22 de junho de 2024.

G1

Buracos e lama na BR-364 geram prejuízos a motoristas que passam por Itapuã do Oeste, RO


Compartilhe:

Publicado por

em

Dnit informou que empresa já foi contratada para arrumar a pista, mas trabalhos só devem começar em abril. Buraco e lama tomam conta da BR-364 em Itapuã do Oeste
O trecho da BR-364 em Itapuã do Oeste (RO) tem causado dor de cabeça aos motoristas que precisam passar pelo local. Os buracos e a lama não só deixam a viagem mais lenta como afetam o bolso dos motoristas.
A rodovia federal é a principal do estado, ligando a capital Porto Velho no extremo norte à Vilhena no Cone Sul. Ainda assim, o trecho que passa por dentro do município de Itapuã do Oeste não ajuda centenas de motoristas que passam por ali todos os dias.
O autônomo Celmo Pimentel mora na cidade há 14 anos. Ele conta que já tentaram fazer a rodovia ter cara de BR, mas que em pouco tempo o local sempre acaba danificado novamente. O morador também diz já ter visto diversos acidentes e tombamentos de carretas na região.
“Parece que tem um negócio aí que não fica bom, não. Arruma e esculhamba de novo. Passa muito caminhão pesado. Tem acidente direto por aqui. Só na entrada que eu lembro já tombou uns três ou quatro caminhões por causa de buraco. O cara vem e se perde, aí entra dentro do buraco”.
Itamar Oliveira é motorista de caminhão e já foi prejudicado pelo mal estado da via. Ele mora em Pimenta Bueno e vai em Mato Grosso buscar mercadorias para deixar em Porto Velho. Em uma dessas viagens ele teve alguns pneus rasgados por um buraco. Teve um prejuízo de mais de R$ 3 mil e se atrasou na entrega da carga.
“Tenho que chegar 10h em Porto Velho, não vai dar tempo. Já estou correndo contra o tempo. Os mesmos buracos do ano passado são os desse ano. São os mesmos que o Dnit tapa todo ano”.
Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pela rodovia, atualmente existe uma empresa contratada para refazer o trecho esburacado. A ordem de serviço foi assinada em janeiro, mas a primeira parte do projeto, a drenagem da pista, só será iniciada em abril, com o fim do período chuvoso.

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

EDIFÍCIO BUENOS AIRES
DJ90.COM.BR Brasil Digital google

Últimas notícias

Compartilhe: