Conectado por

Rondônia, terça, 30 de novembro de 2021.



Saúde

Oficina de Saúde orienta sobre estratégias de alimentação cardioprotetora


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Doenças cardiovasculares, temática permanente da Sesau, voltam a ser debatidas por nutricionistas em evento on-line


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

 

Nutricionistas da rede Sistema Único de Saúde – SUS de Rondônia, conhecem nesta quarta-feira (20), das 14h às 18h, estratégias de alimentação cardioprotetora, resultante de parceria entre o Hospital do Coração (Hcor) em São Paulo e Ministério da Saúde. As instruções foram em formato de oficina on-line.

Estão nos conteúdos programáticos: hipertensão arterial, diabetes, obesidade, sobrepeso, sedentarismo, tabagismo, histórico familiar e dislipidemia – que é a elevação anormal dos níveis de lipídios (gorduras) no sangue, entre elas, colesterol e triglicérides.

Trata-se de uma das áreas mais sensíveis da saúde pública para a qual o Governo de Rondônia chama à atenção desses profissionais da assistência social, educação e saúde. Estima-se em, aproximadamente, trezentos participantes.

O evento tem apoio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), informou a coordenadora estadual de alimentação e nutrição, Sara Maria Alves. Essa coordenadoria funciona no âmbito da Gerência de Programas Estratégicos de Saúde da Sesau. A coordenadora enfatiza que:

“Precisamos valorizar a comida tradicional brasileira, excluir a ingestão de alimentos ultraprocessados, respeitando a regionalidade, a cultura e hábitos saudáveis”

A profissional segue alertando sobre os benefícios de respeitar estes valores culturais. “Isso contribui para a promoção da saúde, prevenção e tratamento das doenças cardiovasculares e seus fatores de risco”, explica a nutricionista a respeito da dieta ligada às comidas tradicionais.

Coordenadora de alimentação e nutrição, Sara Alves

A oficina tem por objetivo subsidiar a orientação nutricional e dietética feita por diferentes profissionais e facilitar a compreensão das pessoas sobre como selecionar alimentos com potencial de tratamento, cura ou que, previnem doenças cardiovasculares dentre outras.

Sara Alves faz referência ao alerta dado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, segundo o qual, na atualização da diretriz que versa sobre a prevenção de complicações cardiovasculares, estão alinhados todo esses fatores elencados acima.

MANUAL E CARTILHA

Segundo a profissional de nutrição. “Pessoas que apresentam maior número de fatores de risco, podem ter progressão da doença em ritmo mais acentuado”, alerta.  Por isso, como forma de contribuir para atualização dos profissionais de saúde nessa temática, a coordenação de alimentação e nutrição da Sesau, distribuirá para todas as regionais de saúde e aos municípios, manual e cartilha com o tema, Alimentação Cardioprotetora, ambos com orientações para profissionais da atenção básica.

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook