Conectado por

Rondônia, domingo, 19 de setembro de 2021.



Exame

Banco do Brasil e Caixa podem deixar Febraban, diz jornal


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Os bancos públicos Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil estariam decididos a deixar a Febraban, a Federação Brasileira de Bancos, que reúne as instituições do setor. 

A informação foi publicada primeiro pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo. 


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

O motivo é um manifesto a ser divulgado pela Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), com a Febraban como signatária, pedindo o fim das “hostilidades” entre os três poderes da República.

O alvo do manifesto são as tensões capitaneadas pelo Executivo do presidente Jair Bolsonaro e embates com o Legislativo e, sobretudo, o Judiciário.

No mercado, os dilemas políticos já começam a impactar nos cálculos de risco e na atração de investimentos. Analistas têm reduzido as projeções de crescimento da economia para este ano e 2022, colocando o risco político como um dos motivos das expectativas menos otimistas.

O manifesto que motivou a polêmica com os bancos públicos é assinado também por dezenas de entidades financeiras e deve ser publicado nos próximos dias.

A leitura dentro de BB e Caixa é que a Febraban estaria se envolvendo em assuntos políticos.

Os dois bancos estão entre os fundadores da Febraban, criada em 1967 e que reúne as maiores instituições financeiras públicas e privadas em operação no Brasil, incluindo nomes como Itaú e Bradesco.

Banco do Brasil e Caixa não comentaram o caso ou confirmaram a informação. O espaço fica aberto para manifestações.

Juros, dólar, inflação, BC, Selic. Entenda todos os termos da economia e como eles afetam o seu bolso. Assine a EXAME.

Fonte: Revista Exame

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook