RONDONIA RO
Conectado por

Rondônia, terça, 20 de abril de 2021.



Geral

Prefeitura discute proteção aos animais de rua


Compartilhe:

Publicado por

em

Consenso é pela construção, através de emenda parlamentar, de um abrigo, por organização privada, mas bancado pela Prefeitura de Porto Velho

Na manhã desta segunda-feira, (08), o prefeito Hildon Chaves e a primeira-dama, Ieda Chaves, se reuniram com a vereadora Márcia Socorrista dos Animais, mais o vereador Aleks Pallitot, o secretário de Meio Ambiente, Alexandro Pincer Miranda, a procuradora da República, Gisele Bleggi, o promotor Alan Castiel e o gerente da Divisão Zoonoses, Thiago Martinho, para discutirem melhorias para os animais que vivem em situação de rua na capital.
A reunião foi uma iniciativa da vereadora Márcia Socorristas Animais, que é defensora da causa e levantou a discussão acerca da quantidade de animais abandonados e doentes nas ruas”. Procurei o prefeito Hildon Chaves e ele foi muito solidário. Em parceria com a Sema, vamos resgatar, tratar e castrar esses animais. Em breve vamos construir um lugar público para abrigá-los”.
O encontro tinha como foco conversar tanto com o Ministério Público Federal e do Estado, pois o município tinha uma ação civil para executar sobre o assunto. Mas no fim, os órgãos chegaram ao consenso que o MPRO vai pedir a extinção desta ação, tendo em vista as ações que a Prefeitura de Porto Velho vem realizando.
A procuradora Gisele Bleggi avaliou como poderiam implementar ações para bem-estar animal. “A nossa grande preocupação são os animais de rua, mas nós conversamos com o prefeito Hildon Chaves e chegamos à conclusão de que seria a construção, através de emenda parlamentar, de um abrigo por organização privada, mas bancado pela Prefeitura de Porto Velho e a questão da castração, para diminuir os animais de ruas”.
Na última semana, a Sema entregou à Associação Protetora de Animais Desamparados “Amigos de Patas”, ração para a alimentação de cerca de 250 animais entre cães e gatos, adultos e filhotes. A instituição foi uma das primeiras beneficiadas com o edital, publicado pela Sema no fim do ano passado, visando dar apoio a estas organizações que resgatam e protegem animais abandonados.
Alexandro Miranda disse ainda que a associação beneficiada deverá, durante todo o período em que receber a alimentação (um ano), executar feiras, ou outras ações, em que possa colocar à disposição animais que estejam sob sua tutela, para doações. “Não queremos apenas alimentar esses animais, queremos apoiar para que eles possam ter um lar e sejam bem cuidados”, enfatizou.
Através de emendas parlamentares, o prefeito Hildon Chaves, tem intenção de construir um abrigo para que esses animais possam sobreviver e receber os tratamentos que merecem. “Temos o espaço e vamos pedir ajuda dos nossos parlamentares com emendas, então vamos montar um local para que esses animais não fiquem nas ruas com fome e depois de recuperados, colocaremos para adoção”.
Na secretaria, uma gerência própria foi implementada, para trabalhar na implantação do Programa de Bem-Estar e Proteção Animal, e já foi montado o processo para prestação de serviços e atendimentos veterinários, bem como processo para compra de microchip para identificação animal, juntamente com desenvolvimento de Sistema de Identificação Animal (SIA), para criar o banco de dados necessário para o monitoramento desta população.
A primeira-dama, Ieda Chaves, que também defende a causa animal, ficou muito feliz com a iniciativa. “Eu busco apoiar essa causa por ser algo muito sensível e pelo amor que tenho pelos animais. Temos que nos conscientizar que não podemos abandoná-los nas ruas e muito menos para que não haja maus-tratos aos animais”.
Superintendência Municipal de Comunicação – SMC