educamais
Conectado por

Plural Saúde

Política

CORONAVÍRUS: Jaqueline Cassol remaneja R$ 2 milhões para Complexo Hospitalar Regional de Cacoal


O montante foi destinado pela parlamentar em julho de 2019 para custeio exclusivo de despesas do Hospital de Urgência e Emergência de Cacoal ( HEURO), porém ainda não foram utilizados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Foto: Governo de Rondônia

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) solicitou ao Governo de Rondônia, o remanejamento e aplicação de R$ 2 milhões ao Complexo Hospitalar Regional de Cacoal (COHREC). O remanejamento da verba possibilitará o atendimento de pacientes dos 34 Municípios da 2ª Macro Região e dar apoio às ações do Plano Estadual de Contingência de Controle e Combate à Pandemia do coronavírus.


Continua após a publicidade

O montante foi destinado pela parlamentar em julho de 2019 para custeio exclusivo de despesas do Hospital de Urgência e Emergência de Cacoal ( HEURO), porém ainda não foram utilizados pela Secretaria de Estado da Saúde.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

“A situação que estamos vivenciando é uma quebra de paradigma na condução de tratamentos médicos e epidemias, e gera muita preocupação. A cada dia as necessidades mudam e a tomada de decisões das autoridades públicas, precisam ser revistas. Nesse momento precisamos garantir a estrutura para o atendimento dos pacientes que contrairão o vírus”, disse.

O complexo hospitalar é formado pelo Hospital de Urgência e Emergência de Cacoal (HEURO) e pelo Hospital Regional de Cacoal (HRC). De acordo com o plano de contingência do Estado o Heuro continuará sendo o responsável pelos atendimentos de urgência e emergência, e o HRC será o hospital de referência para os casos de coronavírus.


Continua após a publicidade

Com o remanejamento, a deputada sugere uma divisão dos recursos para custeio das ações de saúde do Heuro e para a adequação do o HRC ao controle e combate do Coronavírus com implantação de novos leitos de UTI’s, contratação emergencial de profissionais da saúde (médicos e enfermeiros), aquisição de luvas, máscaras, e álcool em gel e kit’s para exames e insumos. “O hospital precisa estar preparado para recepcionar os pacientes e para isso precisa de recursos”, disse a deputada.

CORONAVÍRUS- De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde, Rondônia tem 585 casos notificados, 166 descartados e cinco confirmados.

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook