Conectado por


Nacional

Contas em dia: Presidente do Crea-RO destaca medidas que transformaram positivamente a estrutura e finanças do Conselho

Publicado por

em

Embora os inúmeros desafios, a diretoria não abriu mão de várias ações importantes para a instituição

Colocar a “casa em ordem” não é uma tarefa fácil, mas o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de Rondônia (Crea-RO) pode comemorar essa grande conquista. O principal desafio da atual gestão, que tomou posse em janeiro de 2018, foi organizar as finanças e a estrutura organizacional da instituição. Nesse período, a diretoria do Conselho conseguiu quitar cerca de R$ 2 milhões em dívidas, provenientes de anos anteriores.

De acordo com a Controladora do Crea-RO, Aldineia Rodrigues de Deus, mesmo com poucos recursos, foi possível deixar em dia, tanto os encargos sociais, que encontravam-se atrasados a cerca de oito meses, quanto os salários dos colaboradores. “Também conseguimos honrar os compromissos pendentes com fornecedores”, destacou.

Adequar os gastos do Conselho à arrecadação foi outra grande missão para os gestores, após o desligamento dos técnicos de nível médio (industrial) por força da Lei Federal n.º 13.639/18, explicou Aldineia. Segundo ela, a redução na arrecadação do Regional foi de aproximadamente de 30%. Outro fator que também impactou a nova gestão foi a obrigatoriedade de pagamentos de multas a órgãos de fiscalização trabalhistas em virtude de atrasos de pagamentos de salários em anos anteriores, bem como várias indenizações trabalhistas por demissões indevidas de servidores efetivos que chegaram ao Crea-RO para pagamento das sentenças em 2018 e no decorrer do ano 2019. Fora os valores já pagos ainda tramitam muitas ações trabalhistas por demissões indevidas ao qual o Crea-RO terá a obrigação de pagar quando proferidas as sentenças.

O presidente do Crea-RO, Carlos Xavier, explicou que para deixar as contas do Conselho em dia, foi necessário “abrir mão de algumas coisas”, como por exemplo, a solenidade de comemoração pelos 36 anos do Conselho. “A decisão foi difícil, mas tomada com base no fato de que a instituição não tem como contrair novas dívidas”, declarou.

Entretanto, a atual gestão não abriu mão de algumas ações e medidas que impactam diretamente nas atividades e na prestação dos serviços do Regional, como por exemplo, a realização de treinamento dado aos conselheiros, seminário de Fiscalização aos agentes fiscais, palestras motivacional aos funcionários como forma de interagir com os colegas e proporcionar um clima agradável no ambiente de trabalho. Dentre as suas propostas de gestão, o presidente do CREA/RO ao assumir a pasta, excluiu a cobrança do registro de ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) por atividades, que obrigava o registro de várias ART´s para uma única obra; passou a cumprir a Resolução 1.047 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) que adequou uso do Relatório de Fiscalização de Notificação (RFN), a qual era para ter sido implantada desde 2013 em virtude de vários apontamentos da auditoria do Confea, adequou o sistema de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) Eletrônica conforme modelo nacional previsto na Resolução 1.025/2009 do Confea, que deveria ter sido disponibilizada aos profissionais desde 2011 e passou vigorar na atual gestão.

 

Presidente do Crea-RO, Carlos Xavier.

O Crea-RO também se adequou, no período, no sentido de cumprir a determinação do Banco Central de adoção do sistema de boletos de pagamento e cobrança registrada, ou seja, os boletos do Regional passaram a ser emitidos com registro no banco com identificação do pagador e do recebedor. Trata-se de uma medida do país para controle de recebimentos e pagamentos com a devida identificação dos agentes tornando o processo mais rápido e seguro.

Além disso, caso seja feito nas lotéricas e agências da CEF, por exemplo, o pagamento vai constar no sistema do Crea-RO em 30 minutos, sem a necessidade de levar comprovantes ao Conselho para baixar manualmente e antecipar o serviço.

Implantou o Registro de Anotação de Responsabilidade – ART de forma automática, assim que o pagamento do boleto seja efetuado, será registrada automaticamente a Anotação de Responsabilidade técnica – ART, essa nova metodologia visa dar melhor atendimento aos profissionais do sistema Confea-Crea, sem a necessidade de sair de sua casa ou escritório.

O presidente do Crea-RO acredita que a diretoria está no caminho certo para manter as contas do Conselho em equilíbrio, inclusive com projeto tramitando no Confea para que esta meta seja atingida de forma plena. “Os salários e encargos estão em dia, estamos trabalhando com um quadro enxuto, atualmente com cerca de 70 colaboradores, e nossos demonstrativos contábeis/financeiros, bem como nos relatórios de gestão disponíveis em nosso Portal da Transparência onde podem ser constatadas as mudanças”, finalizou Xavier.

Produzido pelo Departamento de Comunicação do Crea-RO