Conectado por

Rondônia, sexta, 12 de julho de 2024.

Destaque

Projetos em defesa da mulher são debatidos em reunião entre OAB/RO e parlamentares


Compartilhe:

Publicado por

em

As ações em defesa da mulher e para coibir violência contra mulher executadas pela Ordem dos Advogados de Rondônia – Seccional Rondônia (OAB/RO) e os projetos de lei propostos pela deputada federal Mariana Carvalho e pelo vereador de Porto Velho Maurício Carvalho foram debatidos na manhã desta segunda-feira (25) no gabinete do presidente da OAB/RO, Elton Assis, com a presença do presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (Caaro), Elton Fülber.
Entre as atividades desenvolvidas, foi destacada a edição da súmula do Conselho Federal da OAB que impede agressores de mulheres inscreverem-se nos quadros da Ordem. Também foi conversado sobre a necessidade de estrutura nas Delegacias da Mulher e que o funcionamento deva ser 24 horas.
Um dos projetos da deputada citados é o que altera a Lei Maria da Penha (Lei n. 11.340/2006), que determina que o agressor deva ressarcir os custos ao Estado por serviços de saúde prestados à vítima pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto foi aprovado pelo Senado Federal e retornou para votação na Câmara Federal, porque houve alterações naquela Casa.
Projeto semelhante foi proposto pelo vereador e tornou-se lei municipal em Porto Velho. A Lei n. 2.407, de 14 de julho de 2017, estabelece no âmbito municipal, multa ao agressor quando forem utilizados serviços públicos municipais para atender casos de violência doméstica. A multa varia entre R$ 751,80 e R$ 75.810,00 e o valor arrecadado deve ser empregado em políticas públicas para a redução da violência contra a mulher.
Outro projeto de lei de Mariana Carvalho mencionado é o que estabelece prioridade de vítimas de violência doméstica no Programa Minha Casa Minha Vida. De acordo com a deputada, muitas mulheres não denunciam o agressor por não ter residência própria e é necessário proporcionar um lar com estrutura digna e ambiente saudável a estas mulheres.
“São através destas ações que a gente consegue inibir que casos de violência aconteçam. A decisão de impedir agressores em seu quadro mostra um grande passo da OAB e que a Ordem vem lutando pra combater a violência contra as mulheres”, fala a deputada federal.
Para o presidente da OAB/RO, é importante manter parcerias com representantes de todos os Poderes. “Juntos, temos a capacidade de ampliarmos nossas ações em defesa da sociedade, seja de mulheres, seja de crianças, seja de idosos, seja de deficientes físicos”, conclui.

Publicidade

Energisal Brasil Digital DJ90.COM.BR google

Últimas notícias

Compartilhe: