Suplemento para a fertilidade pode ajudar mulheres a engravidar

 

Pesquisas nos EUA e Reino Unido comprovam os benefícios das vitaminas para aumentar as chances de gestação

A saúde nutricional e hormonal da mulher está diretamente associada a fertilidade. Todavia, é discutido na área médica se os suplementos como ácido fólico e outras vitaminas importantes devem ou não ser ingeridos e quais os benefícios traria para saúde, além do aumento das chances de gravidez.

Segundo a pesquisa realizada pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) indica que 13,8% das 500 mulheres que participaram do estudo já consumiram alguma vez o ácido fólico antes da gestação.

No Brasil, cerca de mil crianças nascidas apresentam complicações relacionadas à malformação do tubo neural. Indica-se o consumo da suplementação 30 dias antes do inicio da gravidez e no primeiro trimestre com a possibilidade de reduzir em até 75% as chances de problemas na estrutura do cérebro do bebê.

Como os suplementos podem ajudar na fertilidade?

Os suplementos para engravidar possuem as vitaminas essenciais em todo o processo da gravidez, o que inclui desde a fecundação do óvulo. O ácido fólico é a vitamina mais importante para a mulher que deseja engravidar, no entanto são recomendados os exames laboratoriais para conferir quais as necessidades de cada organismo.

Nos Estados Unidos é muito comum a ingestão desses suplementos entre as mulheres saudáveis que querem engravidar, podem ser encontrados facilmente à venda nas farmácias.

Autoridades públicas no Reino Unido e EUA indicam a ingestão de 0,4 a 0,5 mg de ácido fólico ao dia entre as mulheres que não apresentam deficiências para a gestação.

Já as pacientes que possuem baixos níveis de ácido fólico no organismo devem ingerir cerca de 5,0 mg ao dia. Todas essas recomendações devem ser avaliadas pelo médico especialista, seguindo as necessidades de cada organismo.

Benefícios dos suplementos para aumentar a fertilidade

Estudo realizado pela University College e Royal Free Hospital, em Londres, publicado na conceituada revista científica International Reproductive BioMedicine Online esclarece sobre a importância dos polivitaminicos para tratar a fertilidade da mulher, não só o consumo do ácido fólico, mas de outras vitaminas essenciais no processo da gravidez.

Substâncias com efeito antioxidante, como a vitamina C, E, selênio, magnésio, entre outras trouxeram uma série de benefícios para as participantes do estudo.

O grupo que consumiu o polivitaminico apresentou aumento na taxa de gravidez ao ser comparado com as participantes que consumiram a suplementação apenas com o ácido fólico. Após os três ciclos de tratamento 60% das mulheres de (18 a 30 anos) engravidou, contra 25% das mulheres que ingeriram o ácido fólico.

No Brasil o consumo das vitaminas para a saúde fértil da mulher ainda é uma novidade. No entanto, já é possível encontrar à venda em alguns portais especialistas em saúde feminina e maternidade, como o Trocando Fraldas.

Faça exames regulares para identificar quais são as necessidades nutricionais do seu organismo e sempre peça indicação do médico especialista para o consumo dos suplementos.

%d blogueiros gostam disto:

Add URL