Conectado por

Rondônia, domingo, 28 de novembro de 2021.



Exame

Hospitalização por covid-19 cai 93% na cidade de SP em relação ao pico


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

O número de pessoas hospitalizadas por covid-19 na cidade de São Paulo caiu 93% em relação ao pico da pandemia. De acordo com dados divulgados pela prefeitura, em março deste ano, foram internadas 20.677 pacientes com o coronavírus. Em setembro, a hospitalização caiu para 1.416, o menor registro mensal.

  • Entenda como o avanço da vacinação afeta seus investimentos. Assine a EXAME.

Desde o início da pandemia, mais da metade dos internados tinham mais de 50 anos, e reforçam o que outros estudos já mostraram: quanto mais velhas, mais propensas as pessoas estão de apresentarem casos graves da doença.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

No pico da covid-19, em março deste ano, foram internadas 2.344 pessoas entre 60 e 64 anos – um dos grupos mais vulneráveis. Já em setembro foram 79. A redução é atribuída ao ritmo de vacinação, que chegou a 100% da população com pelo menos a primeira dose.

Atualmente, na cidade de São Paulo, 96% dos casos confirmados de covid-19 são da variante Delta, mais transmissível. Logo quando surgiu, em meados deste ano, havia uma grande preocupação com a mutação e a possibilidade de que o Brasil pudesse ter um novo avanço da doença, mas os números mostram que a vacinação funcionou para conter a cepa do coronavírus.

“Existia esse alarmismo da Delta, mas ela tinha uma forte concorrente aqui, a Gama. Também encontrou um cenário de vazio, com muitas pessoas vacinas há menos de seis meses”, explica Renato Kfouri, diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações.

Pesquisa recente feita pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, mostra que nove em cada dez pacientes internados com a covid-19 não estavam imunizados. O estudo mostrou ainda que a probabilidade de óbitos foi 14 vezes maior em pessoas sem a vacinação, em comparação com quem estava com a imunização completa.

Uso de máscara continua obrigatório

Apesar da redução no número de internações, o uso de máscara continua obrigatório na cidade de São Paulo. Segundo o prefeito Ricardo Nunes (MDB), a decisão foi baseada em um estudo da equipe de saúde do município.

Na semana retrasada, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, disse que a medida seria revista na segunda quinzena deste mês, quando 90% da população da cidade estaria com o esquema de vacinação contra a covid-19 completo.

No dia 10 de novembro vai ter um novo estudo, quando serão anunciadas outras medidas, muito provavelmente no sentido de ter menos restrições. “Nesta data teremos 100% das pessoas com o esquema de vacinação completo”, disse Nunes.

A cidade liberou o distanciamento obrigatório de um metro entre as pessoas em espaços públicos. Em eventos de até 500 pessoas, a apresentação da carteira de vacinação é opcional, e, acima de 500, o acesso só é possível a pessoas totalmente vacinadas.

Fonte: Revista Exame

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook