Conectado por

Rondônia, quinta, 21 de outubro de 2021.



Geral

Aos 44 anos de criação, o município de Pimenta Bueno apresenta bons indicadores econômicos


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Pimenta Bueno, antiga Estação Telegráfica tem hoje mais de 37 mil habitantes

Posicionado entre os seis primeiros (2,5%) no ranking do Índice de Participação dos Municípios na Arrecadação do ICMS elaborado pela Associação Rondoniense dos Municípios (Arom) para o biênio 2020/2021, Pimenta Bueno completa nesta segunda-feira , 11 de outubro, 44 anos de criação.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Atrás apenas de Porto Velho (26.5% de participação), Ji-Paraná (5.2%), Vilhena (5.1%), Ariquemes (3.5%) e Cacoal (3.3%), o município vive um novo momento e já apresenta bons indicadores econômicos. Segundo o prefeito Arismar Araújo, isso contribui em muito para o resgate do orgulho próprio da população, em baixa há alguns anos por causa da má gestão de outros administradores.

Como segundo polo de capacitações para o funcionamento efetivo dos núcleos municipais de regularização fundiária (NMRF) do programa Titula Brasil em Rondônia, que reuniu dia 30 de setembro último, 48 técnicos das prefeituras de Ministro Andreazza, Castanheiras, Espigão d’Oeste, São Felipe d’Oeste, Santa Luzia d’Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Vilhena, Chupinguaia, Corumbiara, Pimenteiras do Oeste, Colorado do Oeste, Cerejeiras e Novo Horizonte, Pimenta Bueno, de acordo com a secretária-executiva da Associação Empresarial (ACIPB), Elenir Teixeira da Silva Souza, registra significativo aumento na oferta de lotes urbanos e atrai novos moradores vindos de várias cidades rondonienses e até de outras regiões do país.

A abertura, por exemplo, de mais dois supermercados, a expansão da fábrica de capacetes do Grupo que está entre os  maiores fabricantes de bicicletas e acessórios para ciclistas do país, e de uma loja de material de construção gerou uma nova onda de procura por mão-de-obra qualificada.

Há empresas, de acordo com a Associação Empresarial, que optaram pelo reajuste dos salários dos empregados mais qualificados para evitar a ida para às concorrentes. “Chegaram aumentar R$ 200 aos salários”, disse Elenir Souza.

No período de 18 a 22 de outubro serão ministrados cursos de vendas financeiras, marketing comercial e digital, e de atendimento ao cliente. O objetivo é formar mão-de-obra para o mercado local.

A medida faz parte das metas da campanha Liquida Pimenta Bueno, coordenada pela Federação das Associações Comerciais de Rondônia (Facer) em parceria com o Sebrae para reaquecer as vendas no comércio regional. As lojas permanecerão abertas até às 21 horas, conforme decreto já publicado pela prefeitura.

É grande a procura pelo recursos disponibilizados pelo Governo de Rondônia, por meio do Programa de Microcrédito Produtivo Orientado de Rondônia (Proampe) no total de R$ 2 milhões para financiamento de micro empresas individuais (MEI). Em Pimenta Bueno, o teto é uma carta de crédito de R$ 30 mil para cada proponente, com juros de 1% mais taxa de variação da Celic.

TURISMO

Na pandemia, um dos setores que mais se fortaleceu na região foi o turismo local. Principalmente a pesca amadora de tucunaré no Lago do Alagado, da Pequena Central Hidrelétrica do Apertado.

Pesca amadora reaquece comércio de barcos e equipamentos de pesca

A pesca amadora é muito praticada também, notadamente na estiagem, em rios como o Machado, Pimenta Bueno, Comemoração e Roosevelt, nos quais há grande variedade de peixes.

A Fazenda Seringal do Ouro é outra opção para o visitante interessado em conhecer  o processo rústico do extrativismo vegetal, particularmente da borracha, que teve a sua fase áurea em Rondônia nas décadas de 40 e 50, com a implantação de dezenas de seringais e a fixação de imigrantes nordestinos como seringueiros que se embrenharam na mata em busca de uma produção crescente de látex, necessária aos mercados consumidores nacional e internacional.

Em Pimenta Bueno, ainda estão preservados alguns seringais com produção quase artesanal de borracha, destacando-se entre eles a Fazenda Seringal do Ouro, localizado nas cabeceiras do Igarapé Tupã, um dos formadores do Igarapé Melgaçinho. Distante a 5 km da Rodovia BR – 364 e daí 21 km para o Sul em direção à Vila Guaporé, no antigo seringal, preservado parcialmente e que mantém intactas a infraestrutura necessária para a produção de borracha, pode-se apreciar todas as fases, desde a coleta efetuada em seringueiras localizadas em trilhas conhecidas como estradas, o próprio látex até o processo defumação substituído pela prensagem.

A Associação Empresarial constatou que houve aumento na venda de barcos equipamentos de pesca entre consumidores mais jovens, devido às restrições de aglomerações, resultando na estabilidade das vendas que se mantêm até agora.

O Parque Ecológico Municipal é outro atrativo e nas proximidades do encontro das águas dos rios Pimenta Bueno e Comemoração, surgem várias praias durante o verão amazônico muito frequentadas por moradores locais e visitantes.

Com mais de 37 mil habitantes, a antiga Estação Telegráfica da Comissão Rondon Ford foi transformada em município por meio do decreto n.º 6.448, de 11 de outubro de 1977,  e em 24 de novembro de 1977, dia da comemoração do aniversário da cidade, tomou posse o primeiro prefeito Vicente Homem Sobrinho, nomeado pelo governador Humberto da Silva Guedes.

REINVENÇÃO

Após o período crítico da pandemia, em 2020, quando os setores de vestuário e comércio de bens e serviços foram os mais impactados, todos os setores buscaram novas formas de estratégias de vendas.

Os supermercados e as lojas de venda de material de construção, primeiros a sofrer quedas nas vendas no primeiro ano da pandemia, passaram a disponibilizar serviços de entrega rápida para vencer as dificuldades. Os restaurantes e lanchonetes se reinventaram e adotaram as vendas on-line e o sistema delivery para entrega de refeições e lanches.

Título da terra abre novas portas de financiamentos

O programa Titula Brasil, criado para possibilitar a parceria entre o governo federal e os municípios na regularização de áreas em assentamentos e terras públicas rurais da União e do Incra, tem seus núcleos funcionando nas prefeituras para dar apoio às atividades preparatórias para a titulação das terras, onde os servidores e colaboradores municipais atuarão no trabalho de campo e instrução processual. No primeiro semestre, o Incra ofereceu capacitações remotas por meio da Escola Nacional de Gestão Agropecuária (Enagro) e, em setembro e outubro, as presenciais nos municípios pólos.

HISTÓRIA

Localizada ao Sul de Rondônia, Pimenta Bueno foi a segunda cidade originada a partir da passagem do Marechal Rondon na região. Em 1912, na confluência dos rios Apidiá (hoje rio Pimenta Bueno) e Barão de Melgaço, onde foi instalada uma estação telegráfica.

Na época, dos cerca de 600 homens que originariamente participavam da expedição Rondon e teve como ponto de partida o município de Jurema-MT, cerca de 100 chegaram ao povoado de Santo Antônio, aonde surgiu Porto Velho-RO.

Os garimpeiros e seringueiros que passaram a residir em Pimenta Bueno eram em sua maioria nordestinos atraídos pelas riquezas naturais da região. Até 1948, o que hoje é chamado Rondônia integrava, em sua maior parte, o Estado de Mato Grosso.

A denominação dada ao rio Pimenta Bueno e oportunamente à Estação Telegráfica Pimenta Bueno, por Rondon, foi uma homenagem que o mesmo prestou ao ilustre homem público, Francisco Antônio Pimenta Bueno, nascido em Cuiabá, aos 10 de novembro de 1836 e que faleceu no Rio de janeiro, em 7 de dezembro de 1888.

Rondon utilizara-se das “Cartas de Pimenta Bueno”, escritas pelo amigo, como fonte geográfica para dar os rumos à expedição. Francisco era filho do Dr. José Antônio Pimenta Bueno e da Marquesa Dona Balbina Henriqueta de Faria e Albuquerque.

O Dr. José Antônio foi o Visconde e Marquês de São Vicente, um dos maiores juristas da época imperial, presidente da província (hoje, Estado-membro) de Mato-Grosso em 1846 e, mais adiante, presidente da província do Rio Grande do Sul em 1850.

Há referência que, em 1926, o vilarejo contava com a população de 24 pessoas. Até a década de 1940, o pequeno povoado viveu em função do posto telegráfico e a economia girava em torno da extração da borracha e garimpo de diamantes.

Nos anos 1960 com a abertura da BR-364 pelo 5º BEC (5º Batalhão de Engenharia e Construção), a vila se expandiu. Em 1969, com a implantação do projeto de colonização pelo Incra, começaram a chegar em massa os migrantes, vindos especialmente do Sul, para promover o crescimento e o progresso do então Território Federal de Rondônia.

GOVERNANTES

Em 15 de novembro de 1982, foi eleito para prefeito em eleições diretas, Reginaldo Monteiro ( 1984 a 1988). Em 15 de novembro de 1988 elegeu-se Permínio de Castro Costa Neto. ( 1989 a 1992). Em 3 de outubro de 1992, foi eleito para prefeito Claudio Reinoldo Wink. (Exerceu seu mandato a partir de janeiro de 1993 até o dia 11 de outubro de 1994, sendo substituído pelo por Douglas Sales a partir de março de 1995. Sales permaneceu no cargo até setembro de 1996.

Dia 3 de outubro de 1996, foi eleita a primeira mulher a ser prefeita de Pimenta Bueno, Maria Inês Baptista da Silva Zanol (1997 a 2000). Reeleita em 2000, cumpriu o seu mandato para a gestão (2001 a 2004). Em 3 de outubro de 2004, a população elegeu Augusto Tunes Plaça, que administrou o município durante dois mandatos (2005 a 2009 e 2009 a 2012).

Dia primeiro de janeiro de 2013, tomou posse o prefeito eleito Jean Henrique Gerolomo de Mendonça até dezembro de 2016, sendo substituído em 7 de dezembro de 2016, por Ana Bastos Lopes.  Em janeiro de 2017, tomou posse Juliana Araújo Vicente Lopes, exerceu seu mandato até setembro de 2018, sendo substituída pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Adail Brito Pereira, que permaneceu no cargo até outubro de 2018, sendo substituído pelo vereador Sóstenes da Silva Mendes, por motivo de renúncia. Em 05 de janeiro de 2019, Arismar Araújo de Lima assumiria o mandato tampão de 2 anos e, em 2021, era eleito para um mandato de 4 anos.

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook