Conectado por

Rondônia, sexta, 22 de outubro de 2021.



Executivo

Caminhada pelo Centro Histórico marca o aniversário de 107 anos de Porto Velho 


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Grupo visitou pontos turísticos na região central da cidade

Concentração aconteceu na Praça das Três Caixas D'ÁguaConcentração aconteceu na Praça das Três Caixas D’ÁguaA programação especial do aniversário de 107 anos de criação de Porto Velho começou cedo. Na manhã do último sábado (2), uma caminhada pelo Centro Histórico reuniu representantes do trade turístico e população em geral.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

O grupo partiu às 8h, da Praça das Três Caixas D’Água, em direção aos principais pontos históricos da região central da cidade. “Hoje é um dia muito especial, pois estamos testando um formato que tem tudo para se tornar fixo na agenda turística e cultural de Porto Velho”, explica a secretária Municipal de Turismo, Glayce Bezerra.

Após o cartão postal da capital, o grupo seguiu para a sede da Universidade Federal de Rondônia (Unir). O prédio já abrigou um dos primeiros hotéis da cidade e ficou conhecido por reunir, em seus primeiros anos, intelectuais e autoridades do século passado.

O percurso foi guiado pelo historiador Aleks Palitot. Na área externa do prédio da Unir, ele promoveu um dos momentos mais emocionantes do percurso ao extrair o látex de uma das seringueiras que compõem o jardim da universidade.

Maria Regina foi uma das artistas convidadas para o percursoMaria Regina foi uma das artistas convidadas para o percurso

“O látex foi o motivo da construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré e Porto Velho nasceu a partir da ferrovia. Então, podemos dizer que a nossa cidade já nasceu sob uma missão muito nobre que é conciliar a geração de riqueza e desenvolvimento com a floresta em pé”, explica o historiador.

O grupo, formado em sua maioria por estudantes do ensino médio, visitou, ainda, outros pontos do Centro Histórico, como a Catedral Sagrado Coração de Jesus, a primeira Loja Maçônica da cidade, a Praça Jonathas Pedrosa e o Palácio Getúlio Vargas.

Ao longo da caminhada, os pontos turísticos visitados iam sendo eternizados pelas mãos e pincéis de quatro artistas plásticos da capital. Maria Regina foi uma das artistas convidadas para o percurso. “Me senti muito lisonjeada pelo convite. Sou mineira, mas, assim como muitos moradores daqui, fiz de Porto Velho meu lar e hoje tenho orgulho de dizer que sou uma mineira beradeira, afirma a artista.

Ainda exibiram suas telas: Jessica Martiniano que pintou as Três Caixas D’água, Margot Paiva pintou a Catedral Sagrado Coração de Jesus, e Bruno Souza retratou o Mercado Cultural.

O irlandês James McDonnell representou a nova onda de visitantes estrangeiros à capitalO irlandês James McDonnell representou a nova onda de visitantes estrangeiros à capitalO percurso terminou às 9h no Mercado Cultural com apresentações de grupos de capoeira, atividades circenses e folclóricas. No passado, dezenas de nacionalidades estiveram em Porto Velho para a construção da EFMM. No aniversário de 107 anos, o irlandês James McDonnell representou a nova onda de visitantes estrangeiros à capital. “É minha primeira vez na Amazônia e descobrir que o mundo se encontrou aqui é algo muito forte e simbólico”, afirma o turista.

No ato de encerramento da primeira etapa da programação, o secretário-geral de governo, Fabricio Jurado, destacou os investimentos da atual gestão na promoção do turismo.

“O prefeito Hildon Chaves tem priorizado muito o setor turístico de Porto Velho. Sabemos que aqui temos todas as condições para desenvolver esse segmento e, ao mesmo tempo, resgatar a história da nossa cidade”, afirma o secretário.

Texto: Pedro Bentes
Foto: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook