Conectado por

Rondônia, sábado, 18 de setembro de 2021.



Saúde

Rondônia chega a 1 milhão de testes realizados para detectar covid-19


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Teste RT-PCR realizado durante um drive-thru


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Rondônia atingiu a marca de 1 milhão de testes RT-PCR e rápidos realizados na população rondoniense para diagnosticar a covid-19. A marca foi possível devido aos drives-thrus de testagem rápida realizados pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), uma das principais estratégias para o enfrentamento e combate à pandemia.

Foram 25 edições de drives-thrus que contemplaram a capital, Porto Velho, e cidades do interior do Estado, e  atenderam a população com 296.786 testes RT-PCR e 704.665 de testes rápidos.

O drive-thru faz parte da ação “Mapeia Rondônia”, que tem o intuito de testar em massa a população. É uma importante medida para avaliar o cenário epidemiológico de Rondônia diante da pandemia.

O secretário da Sesau, Fernando Máximo, explica que a testagem garante o diagnóstico da doença e o isolamento dos casos positivos. O teste rápido de antígeno, esclarece o secretário, é uma grande opção para detectar a covid-19 ainda na fase inicial da infecção entre o 1º e 7º dia de contágio, podendo apresentar uma eficácia de 97,6%. “O Governo de Rondônia não tem medido esforços para que a testagem rápida atinja o maior número de pessoas. É extremamente importante saber o diagnóstico de forma precoce para que o tratamento seja feito corretamente”, diz.

No RT-PCR a coleta é feita por amostra da nasofaringe utilizando hastes flexíveis, uma espécie de cotonete, também conhecido como swab. Caso seja positivo, aparecem dois traços nas linhas de controle e de teste. Se negativo, o traço fica aparente somente na linha de controle indicando que o teste está funcionando corretamente. O resultado é inválido caso o traço apareça somente na linha de teste.

O teste rápido é indicado para pacientes que começaram a apresentar os sintomas de síndrome gripal, tiveram contato com alguma pessoa com caso confirmado; que estiveram recentemente em ambientes de maior exposição ou contato direto com pessoas do grupo de risco.

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook