Conectado por

Rondônia, segunda, 20 de setembro de 2021.



Geral

Vídeo: Hildon contesta números do governo sobre estoque de vacinas e pede para secretário de Saúde “falar a verdade”


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Ao lado da secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini, o prefeito Hildon Chaves, através do Facebook, contestou os números apresentados pelo secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo, sobre o estoque de vacinas em Porto Velho. Máximo divulgou em sua rede social que a capital tem 76.800 doses armazenadas. Hildon desmentiu o secretário e até o convidou a visitar as instalações da Semusa para conferir a verdade.

Segundo o prefeito, Porto Velho tem hoje 30 mil imunizantes, contando com a remessa da última terça-feira, 3, de 20 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde.
“Secretário Fernando se o senhor quiser se posicionar e falar a verdade pelo menos uma vez, venha ver nossos estoques que estão à sua disposição. Nossas equipes estão trabalhando de domingo a domingo e o senhor vem nas redes sociais mentir. Coloque-se no seu lugar. Faça o que é certo. O agente público tem que falar a verdade. O senhor é pago para trabalhar e não para mentir”, reagiu o prefeito de Porto Velho o que considerou um embuste o ranking de doses estocadas nos municípios rondonienses divulgados pela Sesau. Veja o vídeo:


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Conselho também se manifesta

Na última semana, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS) exigiu retratação pública do secretário Fernando Máximo também por estar divulgado falsos números e comprometendo o processo de vacinação nos municípios. CLIQUE AQUI E CONFIRA. “Reforçamos a seriedade e integridade dos gestores e servidores municipais dos 52 municípios do nosso Estado, que organizam de maneira transparente e segura as aplicações das vacinas nos seus respectivos municípios, que diferentemente do que está sendo divulgado, nunca apresentou qualquer evidência ou mesmo indício de fraude na administração das vacinas”.

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook