RONDONIA RO
Conectado por

Rondônia, quarta, 09 de junho de 2021.



Saúde

Aproximadamente 70 mil doses da vacina contra a covid-19 já foram entregues aos municípios da Região do Café


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

O técnico de enfermagem Lanor Viana, de 62 anos, foi o primeiro imunizado contra a covid-19 na Região do Café



Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

No dia 19 de janeiro deste ano, a 2ª Gerência Regional de Saúde do Governo de Rondônia recebia a primeira remessa de imunizantes contra a covid-19 para atender seis municípios da Região do Café. Ao todo, 5.360 doses da vacina foram distribuídas entre Cacoal, Espigão D’Oeste, Pimenta Bueno, Ministro Andreazza, Primavera de Rondônia e São Felipe do Oeste.

Aos 62 anos de idade, o técnico de enfermagem, Lanor Viana Souza de Oliveira, foi o primeiro a ser imunizado contra a covid-19 naquele dia, em Cacoal. Na oportunidade, junto ao governador Marcos Rocha, que acompanhava a distribuição das vacinas na Região do Café, Lanor fez questão de deixar um recado a todos os rondonienses. “Esse foi um momento muito importante para mim. Eu agradeço a Deus por tudo e gostaria de falar à população que aceitem a vacina de coração. Não tenham medo, pois é algo que vem para salvar vidas”.

No dia seguinte à chegada das doses da vacina na região, os profissionais da Saúde que atuam no Complexo Hospitalar Regional de Cacoal começaram a ser imunizados. A técnica de enfermagem, Maria Jeovânia Fernandes Silva Comper, foi uma delas. “A vacina dá ânimo, coragem e traz esperança. A gente se sente renovada para continuar firme nesta luta e superar essa pandemia”.

Governador Marcos Rocha acompanhou a entrega da primeira remessa de vacinas na Região do Café

Agora, cerca de cinco meses depois, mais de 20 remessas enviadas pelo Governo Federal já chegaram ao Estado e 69.499 doses foram distribuídas pelo Executivo Estadual para atender aos municípios da Região do Café.

Até esta semana, quando é celebrado o Dia Mundial da Imunização (9 de junho), o Governo do Estado já havia entregue 37.013 doses para Cacoal, 12.365 para Pimenta Bueno, 11.927 doses para Espigão D’Oeste, 3.388 doses para Ministro Andreazza, 2.983 para São Felipe do Oeste e 1.823 doses para Primavera de Rondônia.

“A última remessa enviada pelo Ministério da Saúde foi entregue aos municípios atendidos pela 2ª Gerência Regional de Saúde na segunda-feira (7) e a expectativa é que cada vez mais doses chegarão a Rondônia, até que todos sejam imunizados, em cada canto do Estado”, destacou o secretário executivo regional do Governo em Cacoal, José Moura.

Em Pimenta Bueno, a professora aposentada, Maria Cristina Fini Michelis, aguardava ansiosa por sua vez. Quando chegou o dia de ser vacinada, ela conta que se emocionou. “Eu me senti muito bem. Me senti salvando a minha própria vida, pois sei como é importante a vacina para a saúde. E em meio a esta pandemia, ter a chance de ser vacinada é uma esperança a mais pela vida”.

Até terça-feira (8), o Estado de Rondônia já havia recebido, ao todo, 632.318 doses de imunizantes contra a covid-19, enviadas pelo Governo Federal, sendo 331.308 doses de CoronaVac, 279.950 doses da vacina AstraZeneca e 21.060 doses da Pfizer. Do total de doses recebidas em Rondônia, 436.874 foram aplicadas até agora.

“Uma esperança a mais pela vida”, garante a aposentada Maria Cristina, de Pimenta Bueno

Vale ressaltar, que assim que as doses chegam ao Estado, imediatamente o Poder Executivo, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), inicia a distribuição junto às Regionais de Saúde, onde ficam armazenadas na Rede de Frio, até que os municípios possam fazer a retirada. Cabe às prefeituras municipais fazerem a aplicação da vacina, dentro do seu planejamento, mas sempre seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI).

Todos os dados e informações sobre a covid-19 em Rondônia, inclusive referentes à vacinação da população, estão sendo disponibilizados pelo governo estadual no Painel Covid, um guia de ações de prevenção e enfrentamento à pandemia causada pelo coronavírus.

Vacinada na véspera do Dia Mundial da Imunização, Eliane Oliveira tem plena consciência da importância da vacina. “A vacinação sempre foi o caminho para a prevenção de doenças. Todos nós, desde pequenos, somos vacinados para nos proteger de diversas doenças. Graças a Deus chegaram as vacinas contra a covid-19 e torcemos para que todos sejam imunizados o mais rápido possível”, deseja Eliane, que no último dia 2 acompanhou a mãe na vacinação.

Dalira Oliveira é aposentada e tomou a segunda dose no drive-thru organizado pela prefeitura de Cacoal. “Tomar a vacina foi uma satisfação muito grande. A gente acredita que elas trazem resultados, então é uma sensação de leveza, de se sentir protegido. A primeira dose já foi muito especial e agora a imunização está completa. É uma verdadeira benção de Deus”, concluiu.