RONDONIA RO
Conectado por

Rondônia, terça, 04 de maio de 2021.



Geral

Energisa investirá R$ 251 milhões em Porto Velho em 2021


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Investimento realizado em 2019 e 2020 melhorou qualidade, ampliou acesso à energia e expandiu número de beneficiários de programas sociais.

Em 2021, terá três termoelétricas a óleo diesel desligadas, com impactos ambientais e no ambiente de negócios positivos

 PORTO VELHO – O município de Porto Velho é uma das prioridades do plano de investimento da Energisa para 2021. Depois de receber cerca de R$ 216 milhões nos dois primeiros anos da empresa a frente da concessão, a capital do estado deverá receber R$ 251 milhões esse ano. Os recursos serão aplicados na construção de oito novas subestações, na expansão das redes de alta tensão, média e baixa tensão e na modernização da infraestrutura existente. Como resultado, serão desligadas quatro usinas térmicas a óleo diesel, o que evitará a emissão de 53 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

“Porto Velho é um dos destaques da etapa final do plano de transformação da infraestrutura elétrica que desenvolvemos para o estado. Começamos em 2019, com muitas iniciativas para modernizar e melhorar a infraestrutura e ampliar o acesso à energia que já existia, mas a grande mudança será feita esse ano. Da Ponta do Abunã a Candeias, não faltará energia para quem quiser investir na capital”, resume o diretor técnico da empresa, Fabrício Sampaio.

Em 2019, primeiro ano da Energisa como concessionária de energia elétrica, Porto Velho recebeu mais de R$ 103 milhões em investimentos. Desse total, 98% foram investidos em melhorias. Em seguida vieram o programa Luz Para Todos (R$ 1 milhão), modernização dos equipamentos (R$ 478 mil) e a expansão da rede de distribuição (R$ 438 mil).

Em 2020, mesmo com a pandemia, as aplicações seguiram fortes, com um total de R$ 113 milhões.  O foco ainda foi a melhoria da rede existente, com a aplicação de tecnologias de automação e modernização. “Nesses dois anos, criamos um Centro de Operações Integradas e investimos em religadores automáticos. Foram muitas entregas direcionadas para melhorar a qualidade da energia na região”, explica.

Neste ano, o total previsto de novas benfeitorias na capital de Rondônia é superior a R$ 251 milhões, mais que o dobro dos anos de 2019 e 2020. Os valores que mais chamam a atenção são a expansão da rede de distribuição (R$ 108 milhões), melhorias gerais (R$ 92 milhões), instalação de uma nova subestação (R$ 35 milhões), modernização de equipamentos (R$ 9 milhões) e o programa Luz Para Todos (R$ 4 milhões).  O total de investimentos no município em três anos da Energisa é de R$ 467 milhões.

Crescimento da tarifa social e rede rural reforçam impactos da operação na capital

 No final de 2018, chegada da Energisa no estado, Porto Velho tinha cerca de 11 mil clientes inscritos na Tarifa Social. Um ano depois, já eram mais de 18 mil. Em 2020, 27.760 e em 2021 já são mais de 30 clientes recebendo o benefício.  Ou seja: a cada ano, pelo menos 7 mil novas pessoas em média tiveram acesso ao benefício regulamentado pela ANEEL pela Lei 12.212/10 e pela Resolução Normativa 414/10, que concede descontos na conta de energia de consumidores baixa renda.

Já pelo programa Luz Para Todos, que promove o acesso à energia elétrica de famílias residentes em áreas rurais, a capital de Rondônia tinha 152 ligações em 2018. Passou para 167 em 2019, mais 167 em 2020 e a meta é incluir 314 novos clientes em 2021, chegando a 800 unidades que terão acesso ao serviço.

Publicidade

Mais destaques

Facebook