Giardinni SBS
Conectado por

Plural Saúde

G1

Criminosos são rastreados por aplicativo de celular roubado e acabam presos em RO


Publicado por

em


Um dos suspeitos disse que usa motocicleta para realizar roubos, mas também empresta veículo para outros “criminosos”. Uma adolescente, namorado de um dos suspeitos, foi apreendida. Um dos suspeitos diz que usa motocicleta para realizar roubos, mas que também empresta o veículo para outros “criminosos”.
Jheniffer Núbia/G1
Dois homens foram presos e uma adolescente apreendida após assaltarem duas mulheres e serem rastreados por um aplicativo de celular, em Porto Velho. Os roubos aconteceram na Rua Wanda Esteves, Bairro Flodoaldo Pontes Pinto, na segunda-feira (2). As vítima tiveram celulares, bolsas e outros pertences levados.
Segundo boletim de ocorrência, uma das vítimas, uma mulher de 28 anos, disse aos policiais ter sido roubada por um casal em uma motocicleta amarela. Ela informou ainda que o celular dela poderia ser rastreado.
Os policiais começaram a se orientar pelo rastreador do celular e, enquanto faziam buscas, os agentes se depararam com outra vítima, uma mulher de 31 anos. Ela disse aos PM’s que também tinha sido roubada por um casal em uma motocicleta amarela.
O sinal do rastreador do aparelho da primeira vítima indicou que o celular estava no Bairro Aponiã. No endereço indicado, uma outra viatura seguiu dois suspeitos que estavam fugindo e já tinham passado por vários quintais e pulado os muros. Os homens foram capturados pela polícia minutos depois.
Já a adolescente, suspeita de estar envolvida nos roubos, foi encontrada em uma residência e nesse endereço foi achada a motocicleta amarela utilizada para cometer os assaltos.
O celular da segunda vítima também estava com a jovem no imóvel. Já o outro aparelho, da primeira vítima, estava com um dos suspeitos que tentava fugir a pé da polícia.
Na casa também foram encontrados uma motocicleta de cor preta, vários aparelhos celulares, um aparelho de aferir pressão, quatro maços de cigarros, cinco chips de celular, um cartão de memória, seis carregadores de celular, R$ 551, duas bolsas femininas, cinco capas para celular, três capacetes e dois relógios.
Os suspeitos e a adolescente foram levados à Central de Flagrantes da capital. Na delegacia, as vítimas reconheceram os dois homens e a adolescente como os autores dos roubos.
Quando questionado sobre o crime, um dos suspeitos respondeu que não havia roubado os celulares, mas que iria se desfazer deles. Ele justificou que a motocicleta amarela era usada por ele para cometer infrações, mas ele também emprestava o veículo a outros “criminosos”.
Já adolescente explicou que comete crimes ao lado namorado, o outro suspeito. A mãe da jovem se apresentou na Central para acompanhar a filha.
Os dois homens presos já respondiam por crime em condição de semiaberto e com uso de tornozeleiras. Eles informaram aos policiais que desligaram as ‘pulseiras’ para praticarem crimes.
Veja mais notícias de Rondônia

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook