educamais
Conectado por

Plural Saúde

Geral

Após quatro meses de operação de subestações, qualidade da energia melhora em Alvorada do Oeste e Presidente Médici


Publicado por

em

Energisa investiu R$ 44 milhões para a construção de duas subestações novas e modernas


Continua após a publicidade

A época de ter energia elétrica por tempo determinado em Alvorada do Oeste ficou para trás. Carlos Alberto, professor e morador da cidade, lembra que antigamente a energia elétrica vinha de um motor movido a óleo diesel. “No começo, funcionava até as 10 horas da noite e depois desligava e a gente ficava o resto da noite sem energia. E quando não tinha combustível, desligavam alguns setores”, lembra em vídeo disponível no canal da Energisa no Youtube

Em abril, a cidade recebeu uma nova subestação de energia elétrica, construída pela Energisa, e que integrou o município ao Sistema Interligado Nacional (SIN), órgão responsável por administrar o uso de energia elétrica em todo país. Isso permitiu a desativação da usina termoelétrica à óleo diesel que atendia a região desde 1998, economizando R$ 30,9 milhões ao ano em óleo diesel e redução de gases CO2 que contribuem para o efeito estufa na atmosfera.


Continua após a publicidade

O gerente do Departamento de Manutenção de Transmissão da Energisa Rondônia, Filipe de Oliveira Lima, explica que a integração ao SIN proporciona o uso de eletricidade por tempo indeterminado e com qualidade. “Nesse curto período, já observamos que os indicadores de falta de energia melhoraram cerca de 40% e, quando a interrupção ocorre, ela logo é recomposta devido a instalação de religadores automáticos”, disse ao destacar que as reclamações registradas pelos clientes também caíram pela metade.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

A subestação foi energizada em abril e recebeu o investimento de R$ R$ 10,4 milhões, com capacidade de 138 KV.  Também foi construído um linhão de 51 km entre Alvorada do Oeste e Presidente Médici, com investimento de R$ 26 milhões, que transmite a energia elétrica com maior efetividade. “Foi um sonho realizado a construção desse linhão. Desde abril, a qualidade da energia é outra. Agora a gente pode ter uma esperança e um futuro melhor com a energia de mais qualidade”, comenta Waldemar Góes, morador do município.

Após quatro meses de operação da subestação de Alvorada do Oeste, o número de clientes atendidos aumentou cerca de 2%, se comparado com o mesmo período do ano passado. O consumo também cresceu, apesar da pandemia. “Isso é reflexo do aumento da confiabilidade do serviço prestado pela concessionária de energia na região”, declarou Filipe. Alvorada do Oeste é um dos municípios de Rondônia que recebeu o projeto Energia que Transforma, programa da Energisa de investimentos no parque elétrico. Confira o relato dos moradores em nosso canal no Youtube.


Continua após a publicidade

Conheça as subestações de Alvorada e Presidente Médici clicando aqui

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook