educamais
Conectado por

Plural Saúde

Concursos

Novas vagas remanescentes serão ofertadas para o Prouni e Fies


Publicado por

em

Novas vagas remanescentes serão ofertadas para o Prouni e Fies

A seletiva ocorrerá em setembro para o preenchimento de 140 mil vagas


Continua após a publicidade

Um novo processo seletivo do Programa Universidade para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será aberto neste mês de setembro, pelo Ministério da Educação (MEC), para a oferta de 140 mil vagas remanescentes. As informações foram passadas pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, durante a participação em uma videoconferência promovida pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), na última sexta-feira, 28.

De acordo com o ministro, a seletiva que ocorrerá para preencher 90 mil vagas do Prouni e 50 mil do Fies, ambos programas que dão acesso ao ensino superior do governo federal.


Continua após a publicidade

As vagas remanescentes são formadas pela não ocupação dos selecionados em chamada regular. Geralmente, elas retornam ao sistema por conta da desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação, por exemplo.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Como funciona o Prouni?

O Prouni oferta bolsas de estudo para faculdades privadas de forma integral, em que o estudante selecionado não precisa pagar nenhuma parte do valor das mensalidades do curso, e bolsas parciais, que correspondem à metade valor das mensalidades. O que diferencia o tipo de auxílio estudantil que o candidato irá concorrer é a renda familiar. Além disso, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ter atingido uma média mínima de 450 pontos e superior a zero na redação.

As bolsas do Prouni são destinadas a quem estudou o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola particular com bolsa integral da instituição. Os descontos são concedidos até o final do curso.

Como funciona o Fies?

O Fies atua com a disponibilização de financiamento a estudantes que desejam ingressar no ensino superior privado, mas não têm condições de pagar as mensalidades durante o curso. Nesse caso, ao concluir a graduação, o valor deve ser pago ao governo em parcelas conforme fixadas em contrato. Para concorrer também é necessário ter feito o Enem e comprovar renda familiar.

 

*Com informações da Agência Brasil

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 

Comentários do Facebook - Comente