educamais
Conectado por

Plural Saúde

Geral

Força-tarefa registra denúncia que somente presos têm acesso aos testes rápidos


Publicado por

em


Continua após a publicidade

Uma força-tarefa que reuniu representantes de vários órgãos fiscalizadores e do sindicato dos servidores do sistema prisional (Singeperon) realizou inspeção nesta terça-feira (18) na Casa de Detenção de Cacoal, tendo como principal foco as condições de trabalho e saúde dos trabalhadores, que seguem em atividade nessa pandemia do novo coronavírus.

Além do Singeperon, integram à força-tarefa a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Rondônia (OAB-RO), a Agência de Vigilância Sanitária (Agevisa), o  Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Regional (Cerest) e Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CISTT).


Continua após a publicidade

Durante a inspeção, houve escuta aos servidores e registros de diversas situações, como as que se referem a problemas estruturais e de segurança com impacto aos servidores, e o possível retorno das visitas sociais na unidade, que preocupa os policiais penais, já que viria aumentar o risco de disseminação da Covid-19.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Uma grave denúncia também foi registrada pelos inspecionadores, de que os testes rápidos estariam sendo disponibilizados somente para os apenados, e que teria vários servidores em quarentena sem o acesso ao teste.

O relatório será divulgado. O Singeperon já vem monitorando as condições de trabalho dos servidores e já oficiou ao Estado vários pedidos de medidas urgentes voltadas à preservação da saúde e da vida desses servidores que trabalham em ambientes de altos riscos.


Continua após a publicidade

Texto: Lucas Tatuí
Fonte: Singeperon

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook