Conectado por

Rondônia, segunda, 20 de setembro de 2021.



Nacional

Senador pede a prisão de Abraham Weintraub ao STF


Compartilhe:

Publicado por

em

Abraham Weintraub

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) enviou na tarde desta segunda-feira (15/06) ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de prisão, temporária ou preventiva, do ministro da Educação, Abraham Weintraub.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Randolfe pediu ainda o afastamento imediato de Weintraub, uma operação de busca e apreensão de celulares e computadores pessoais e a decretação da quebra de sigilo do mesmo.

O parlamentar justificou a medida em dois fatos recentes: na reunião ministerial do dia 22 de abril, divulgada publicamente. Na data em questão, Weintraub disse se referindo aos ministros que, por ele, “botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Neste domingo (14), Weintraub participou de uma manifestação pró-governo e voltou a defender a prisão dos membros do STF. Aos apoiadores no local, o ministro disparou: “Já falei qual é a minha opinião, o que eu faria com os vagabundos”.

Segundo um trecho da petição, “tais demonstrações graves de descaso pela democracia, pela diversidade, pelos Poderes Constitucionais não merecem prosperar, sendo necessária a atuação dos órgãos de controle, conforme os fundamentos de direito a seguir delineados”.

“Vê-se que, indubitavelmente, a conduta do Sr. Abraham Weintraub é claramente incompatível com o regime democrático, com violações diretas à Lei de Segurança Nacional e à Lei de Crime de Responsabilidade. Afinal, o que ele pretende nem mesmo é permitido ao poder constituinte de reforma, pois a Constituição estabelece como cláusula pétrea a separação dos Poderes e garante o direito das Minorias”, versa outro trecho.

A situação do ministro da Educação está cada dia mais difícil. A expectativa nos bastidores do Supremo Tribunal Federal (STF) é de que o ministro da Educação, Abraham Weintraub seja demitido em breve. Na tarde desta segunda, Weintraub se reuniu com Bolsonaro. A expectativa é de que o ministro da Educação possa ser o próximo a deixar a pasta na Esplanada nos próximos dias.

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook