educamais
Conectado por

Plural Saúde

Geral

Sisu 2020.2: Instituições de ensino superior públicas podem aderir ao programa, a partir de 25 de maio


Inscrições acontecem entre os dias 16 a 19 de junho

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Inscrições acontecem entre os dias 16 e 19 de junho

 


Continua após a publicidade

Instituições de ensino superior públicas e gratuitas que quiserem ofertar vagas para as seus cursos de graduação por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o segundo semestre de 2020 vão poder aderir ao programa a partir da próxima segunda-feira, 25 de maio. O período de adesão segue aberto até as 23h59 de 29 de maio. Já o prazo para retificação do termo de adesão será de 1º a 5 de junho. As datas estão em portaria publicada na edição da quarta-feira, 20, do Diário Oficial da União (DOU).


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

O Sisu é um dos programas do governo federal que viabilizam o acesso de brasileiros a um curso de graduação. Este é o único deles destinado a vagas em universidades públicas do país. As vagas são ofertadas semestralmente e para participar é preciso ter feito as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e não ter zerado a redação. Também é preciso ter garantido um bom desempenho nas provas objetivas.

Com a publicação dos editais de adesão de cada instituição participante, os estudantes interessados em concorrer ao ingresso em uma universidade ou instituto público vão poder consultar os cursos e quantidade de vagas que serão disponibilizadas por cada uma delas. As inscrições para o Sisu 2020.2 acontecem entre os dias 16 a 19 de junho, conforme havia sido divulgado anteriormente pelo MEC.


Continua após a publicidade

 

Bolsa de estudo para faculdade

Quem não participou do Enem 2019, mas deseja começar o ensino superior ainda este ano, pode contar com uma bolsa de estudo para faculdade privada. Com o Educa Mais Brasil, programa de inclusão educacional privado que oferta descontos de até 70%, fica mais fácil fazer com que os valores das mensalidades caibam no orçamento. Para participar do programa, não é necessário apresentar nota do Enem ou comprovação de renda.

O Educa Mais atua em todo o país, em parcerias com faculdades, centros universitários e universidades que ofertam cursos presenciais e a distância (EAD) para diversos. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no site do programa.

 

Fonte: Agência de Notícias Educa Mais Brasil

Comentários do Facebook - Comente

Publicidade

Mais destaques

Facebook