Conectado por


Nacional

CDH da Havan recebe investimento de R$ 70 milhões

Publicado por

em

HAVAN

Entre as melhorias estão a ampliação do espaço físico e a aquisição de novas tecnologias

O Centro de Distribuição do Grupo Havan receberá melhorias em 2019. Criado em 2010, na cidade de Barra Velha (SC), o CDH foi instalado para otimizar as entregas para todas as unidades da rede, pois fica localizado em uma área estratégica, de fácil acesso para as diferentes rodovias que cortam o País. O espaço, que começou com 40 mil metros quadrados, passou por uma ampliação, ficando com 100 mil metros quadrados construídos. Mas, a metragem atual não comportará o crescimento da Havan, que tem a previsão de mais 20 lojas em 2019 e alcançar a marca de 200 unidades até 2022. Por isso, o CDH precisou ser novamente ampliado. O espaço receberá 40 mil metros adicionais e investimento de R$ 70 milhões.

Dentro do valor, R$ 30 milhões serão utilizados para o crescimento físico do CDH. R$ 15 milhões serão investidos na compra de um novo sorter, que é responsável pela separação dos produtos para envio às filiais de todo o Brasil. Para se ter uma ideia, o sorter atual separa cinco mil produtos por hora e o investimento em um novo sorter fará a produção passar a 12.500 itens nos mesmos 60 minutos.

Os R$ 25 milhões restantes foram investidos em tecnologia de expedição. O objetivo é acelerar o processo de embarque e entrega de mercadoria. Além dos R$ 70 milhões em melhorias para o CDH, a Havan também investiu R$ 100 milhões na aquisição de mais 185 caminhões para a frota da rede.

A Havan comemora os excelentes resultados obtidos em 2018. As 120 lojas juntas somaram um faturamento superior a R$ 7 bilhões, que era a meta inicial. Este valor representa um crescimento de 40% nas vendas do grupo. A meta para 2019 é de atingir um faturamento de mais de R$ 10 bilhões e abrir mais de 20 lojas. Com isso, a empresa passará de 16 mil colaboradores para mais de 20 mil. “Esse é o Brasil que queremos, com a geração de empregos e o crescimento da economia”, declara o dono da Havan, Luciano Hang.