PublicidadeDJ90

 

Policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho prenderam na manhã desta quarta-feira (14) Amilton de Souza Costa de 37 anos, acusado de matar a tiros e incendiar os corpos do casal Osinael Souza Abiorana, 49 anos e Ana Lucia de Souza, 48 anos, no tarde do dia 22 de abril deste ano, em uma chácara localizada na Gleba Cuniã, na Zona Rural da Capital.

Após assassinar as vítimas, o criminoso fugiu para o Estado do Acre, onde ficou escondido até ser localizado pela Polícia durante as investigações

Segundo o delegado Sandro Moura, antes de ser considerado foragido, Amilton chegou a prestar depoimento, confessou ter matado as duas vítimas e entregou a arma que utilizou para cometer o crime. “Durante as investigações nós tentamos por diversas vezes localizar Amilton e não conseguimos. Por causa disso, nós fizemos o pedido de prisão preventiva, conseguimos localizá-lo no Acre e foi recambiado para responder pelo crime cometido em Porto Velho”, disse o delegado.

De acordo com a Polícia, após cometer o crime, Amilton começou a receber várias ameaças de morte e teve sua residência incendiada. As vítimas foram mortas com um tiro no rosto.

Questionado, Amilton confessou o crime e alegou que matou Osinael por ter sido enganado, pois ele foi ao local para matar um homem identificado como Jhon, que o teria ameaçado de morte por causa do roubo de uma espingarda.

Após atirar em Osinael, o criminoso disse que resolveu matar Lúcia como queima de arquivo, com medo da testemunha o entregar para a Polícia.

Para a Polícia, o criminoso afirmou que resolveu incendiar o corpo e a residência onde estavam as vítimas para não deixar suas digitais no local.