Fonte: Rondoniaovivo

O advogado Fabio de Mello Andrade, foi uma das últimas vítimas de um dispositivo eletrônico apelidado pelos policiais de “chapolin” para furtar os objetos de dentro dos veículos, em Porto Velho. O aparelho tem como objetivo bloquear o funcionamento do alarme, quando o motorista acredita que fechou o carro os ladrões furtam os pertencem pelas portas que permanecem abertas. A solução, segundo policia, é conferir as travas das portas após acionar o alarme.

 

 

O furto aconteceu no estacionamento do Porto Velho Shopping na rua Rio Madeira, bairro Flodoaldo Pontes, no fim da tarde de quinta-feira (01).

 

O advogado relatou em boletim de ocorrência que deixou o carro dentro do estacionamento do shopping para pagar e pegar algumas compras, o que durou apenas alguns minutos, quando voltou chegou a ver um homem deixando o carro que estava aberto.

 

 

Estava apressado e não conferi as portas. Acionei o alarme quando estava caminhando para a entrada do shopping e não percebi nada de estranho”, comentou Fabio de Mello.

 

Os ladrões levaram objetos pessoais, após vasculharem o veículo por completo. Além de entrar pela porta do motorista, o criminoso ainda teve tempo de pegar mais pertences pela porta traseira. A polícia está investigando a ocorrência.

 

Pior que o shopping disse que não viu nada porque não tem câmeras fixas”. As câmeras giram 360° e, segundo eles, na hora do furto as câmeras não pegaram nada. É mole?!”, relatou em sua rede social o advogado.

 

O susto enfrentado por Fabio de Mello, não é isolado. Após postar o ocorrido em sua pagina social na internet, o advogado descobriu que ele não foi a única vitima dos bandidos. Em pouco tempo, diversas pessoas passaram a comentar a postagem dizendo que também foram vitimas. Ao revelar o incidente como forma de desabafo, o Fabio de Mello escreveu o seguinte na postagem:

 

 

Logo começaram a surgir comentários de outras vitimas da mesma pratica e no mesmo local. Uma mulher escreveu que a amiga teve a moto furtada.

 

 

 

Em outro comentário um homem escreveu: “Eu sempre confiro se as portas fecharam mesmo após acionar o alarme”, garantiu.

 

 

 

O fato é que muitas outras vitimas relataram que sofreram o mesmo tipo de ataque criminoso e na mesma área da cidade. A policia não deu mais informações sobre o andamento das investigações, mas trabalha com a hipótese de uma quadrilha estar agindo nas redondezas e até mesmo dentro do estacionamento do shopping, supermercados e grandes lojas na capital. O Porto Velho Shopping informou que está colaborando com as investigações.

 

 

OUTROS CASOS

 

Nossa reportagem conseguiu localizar pelo menos mais dois casos de situações parecidas. Os donos registraram boletins de ocorrência no Distrito Policial.

 

Em um deles, um comerciante de 42 anos, de Ariquemes contou que deixou o carro no estacionamento do shopping por volta das 18h42. Ele afirmou à polícia que quando voltou, às 21h40, não encontrou mais suas coisas dentro do carro. Os ladrões levaram uma caixa de som, uma caixa de ferramentas e 55 caixas ovos.

 

O outro caso foi de uma operadora de caixa de 44 anos. Ela disse que deixou o carro no estacionamento por volta das 17h30.

 

Quando retornou, às 20h00, o veículo estava aberto. A mulher estima o prejuízo foi de R$ 1.500. As vítimas destacaram que não têm segurado.