Sid Orleans

O ex vereador de Porto Velho Sid Orleans, após ter o seu registro de candidatura a deputado estadual indeferido nos últimos dias por causa da não aprovação, pelo Tribunal de Contas, de um processo de reforma de prédios antigos, onde funcionaram há mais de 10 anos a Vigilância Sanitária e o Almoxarifado da SEMUSA, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral e teve a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia suspensa, podendo o mesmo seguir a campanha e ter o seu nome e foto nas urnas eleitorais.

 “Foram dias de muita angústia mas sempre acreditando em um Deus de justiça e aqui eu agradeço ao Dr. Luiz Felipe e a todos os advogados que compõem o escritório de advocacia Campanari, Gerhardt e Silva Andrade pela competência, bem como a sensibilidade do TSE na pessoa do Ministro Jorge Mussi. Agora seguimos a nossa campanha de cabeça erguida porque nada fizemos de errado. Nós trabalhamos de forma honesta e competente há 21 anos para o povo de Rondônia”, desabafa Sid.

Orleans agora espera o pronunciamento de ação também impetrada no Tribunal de Justiça de Rondônia para tornar sem efeito o acórdão do Tribunal de Contas do Estado.

Nill Penna / Assessoria