Foi por meio do Facebook que a Justiça do Trabalho em Porto Velho (RO) conseguiu localizar um credor e viabilizar o pagamento de R$ R$ 2.383,78, em uma ação de embargos de terceiros.
A ação foi julgada improcedente pela 3ª Vara do Trabalho de Porto Velho, onde o embargante foi condenado a pagar multa por ato atentatório à dignidade da Justiça, no importe de 10% do valor da execução dos autos principais (R$ 23.837,80).
De acordo com a Secretaria da Vara, antes de fazer o contato pela rede social, foram realizadas tentativas sem sucesso via Sistema Bacenjud, bem como junto a bancos como o Banco do Brasil e Bradesco, mas não foram encontradas contas ativas.
Sendo assim, foi enviado pelo Facebook uma mensagem privada ao credor, que respondeu em seguida, ocasião em que entrou em contato por telefone com a Vara. Confirmada a identidade do credor que mora em Sinop (MT), a Secretaria forneceu e-mail para o envio de documentos pessoais, comprovante de endereço atual e dados bancários para o depósito do crédito.
Em entrevista, o credor declarou que recebeu a notícia com surpresa e ficou muito grato pelos créditos recebidos. “Entramos em uma empresa que prestava serviço para a ESBR e ela deixou de pagar a gente. No início da ação cheguei a receber 20% do que estava atrasado, cerca de R$ 14 mil. De lá para cá, não tinha recebido mais nada”, explicou ao dizer que o crédito veio em boa hora.
O pagamento foi efetuado no último dia 14.