PublicidadeBolsas de Estudos com até 70% de desconto

Depois de estrear como garoto propaganda, em uma campanha inédita na história de mais de 30 anos da Havan, o fundador e único dono da rede, o empresário Luciano Hang, decidiu criar, em conjunto com sua equipe, uma página na rede social Facebook para estabelecer uma comunicação direta com os fãs da marca, amigos e clientes da mais completa loja de departamentos do Brasil.

“O espaço será utilizado para compartilhamento das minhas reflexões e o meu dia a dia, além de comemorar as conquistas da Família Havan. Nossa história é de trabalho, dedicação e perseverança, acreditando e fazendo acontecer o que planejamos. Por isso, vamos ocupar a mídia para compartilhar um pouco do meu cotidiano na Havan, por meio de posts e vídeos, conquistando ainda mais a confiança dos clientes, colaboradores e fornecedores”, comenta Hang.

A Fanpage Luciano Hang (https://www.facebook.com/LucianoHangOficial/) já tem mais de 50 mil curtidas em apenas duas semanas de funcionamento. Hang ainda manda um recado a todos os fãs da marca: “Curta você também a página e fique por dentro de tudo que acontece na Havan.”

Relembre
A estratégia de protagonizar a campanha “De quem é a Havan?”, por meio de vídeos e redes sociais contrariava a postura reservada que o empresário Luciano Hang manteve nas três décadas da empresa. “Eu sempre defendi, na minha equipe, que quem tem que aparecer é a empresa, e não o seu dono. Por isso, sempre me mantive à margem da grande mídia e evitei expor a minha imagem pessoal. Porém, quando vemos ameaçada a credibilidade e a reputação de uma história de mais de 30 anos e no qual ferimos o orgulho de mais de 12 mil colaboradores que trabalham arduamente para construir uma marca íntegra, profissional e inovadora, entendemos que é preciso assumir uma posição pública para estabelecer a verdade e estreitar os laços com a comunidade”, enfatiza o empresário.

A campanha “De quem é a Havan?” mostrou que uma empresa brasileira, nascida pequena, com 45 metros quadrados no interior de um Estado distante dos grandes centros nacionais, e idealizada por um brusquense de origem humilde, filho de operários, pode sim, ser referência de modernidade, qualidade, beleza e inovação, assim como as grandes multinacionais. “Muita gente acha que uma loja assim, grande, bonita, moderna, sempre limpa e organizada como são as nossas, com tantos produtos, só pode ser coisa de estrangeiro. Então, vamos aproveitar essa campanha para reforçar a ideia de que nós, brasileiros, também somos referência internacional, com trabalho, esforço e perseverança, como eu sempre preguei e como é o dia a dia da Havan. Por isso eu repito “De quem é a Havan?” É minha, é sua, é nossa, é do Brasil, é brasileira”, finaliza Hang.

Fonte: Assessoria de imprensa