Conectado por



Plural Saúde

Política

Lazinho da Fetagro indica videomonitoramento em escolas estaduais não militarizadas


Publicado por

em

Parlamentar afirma que sistema permanente e ininterrupto de vigilância eletrônica visa segurança e proteção no ambiente educacional

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

 O deputado Lazinho da Fetagro (PT) indicou ao governo do Estado e a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), da necessidade de serem instaladas câmeras de segurança e vídeo monitoramento na área externa das escolas estaduais não militarizadas, localizadas em Rondônia.

 “Nas audiências públicas realizadas nesta Casa de Leis cujo tema voltado à educação dentro das escolas, sempre nos deparamos com relatos da ocorrência de muita violência dentro e fora desses espaços”, ressaltou o parlamentar.

 Lazinho destacou que um sistema permanente e ininterrupto de vigilância eletrônica visa segurança e proteção no ambiente educacional e escolar.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

 Na verdade a violência tem crescido assustadoramente em todas as direções, sendo que nas proximidades das escolas esse crescimento é maior, já que veem nossas escolas com um ambiente vulnerável. Assim, visando contribuir preventivamente contra qualquer ato de violência nas áreas externas das escolas não militarizadas, localizadas dentro do nosso Estado, “acreditamos que a instalação de câmeras de monitoramento minimizará a ocorrência desses atos”, argumentou o deputado.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------
DJ90.COM.BR WEBRÁDIO

 Lazinho concluiu afirmando que exemplos de monitoramento têm trazido resultados positivos para Porto Velho, e citou como exemplo as câmeras instaladas ao longo do Espaço Alternativo, na capital. De acordo com o deputado, outros Estados também estão tendo bons resultados como Amazonas, Pernambuco, além de vários municípios do Paraná, Campo Grande no Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Porto Alegre.

Publicidade

Apostas Esportivas Online Betway
Plural Saúde

Educa Mais Brasil

Mais destaques

Facebook